DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA É COMEMORADO COM PALESTRA EM SÃO JOÃO BATISTA

Organizado pela Prefeitura Municipal, através da Superintendência Municipal de Igualdade Racial, o Dia Nacional da Consciência Negra foi comemorado com palestra na cidade de São João Batista. O evento foi realizado na Colônia de Pescadores e teve a presença da superintendente de Igualdada Racial, Ana Márcia Araújo, do chefe de Gabinete, Assis Araújo, e do superintendente de Juventude, Fernando Santos.

Fernando, Ana Mácia, Mundinha Araújo e Assis
Cerca de 100 pessoas, entre jovens e adultos, participaram do evento que marcou a data comemorado em todo o Brasil ontem, 20 de novembro. Na programação organizada pela superintende de Igualdade Racial, Ana Márcia Araújo, foi realizada uma palestra ministrada pela pesquisadora, professores e fundadora da Casa de Cultura Negra do Maranhão, Mundinha Araújo, que fez uma reflexão na história da população negra no Brasil. Com presença marcante dos jovens do ProJovem Adolescentes, Mundinha Araújo realizou uma palestra sobre a vida dos negros e fez os presentes refletirem sobre a situação dos negros nos dias atuais. Logo após um grupo de dança negra se apresentou. No final, a secretária de Igualdade Racial agradeceu os presentes. 
O Dia Nacional da Consciência Negra é celebrado em 20 de novembro no Brasil e é dedicado à reflexão sobre a inserção do negro nasociedade brasileira. A semana dentro da qual está esse dia recebe o nome de Semana da Consciência Negra. A data foi escolhida por coincidir com o dia da morte de Zumbi dos Palmares, em 1695. O Dia da Consciência Negra procura ser uma data para se lembrar da resistência do negro à escravidão de forma geral, desde o primeiro transporte de africanos para o solo brasileiro (1549).
Algumas entidades como o Movimento Negro (o maior do gênero no país) organizam palestras e eventos educativos, visando principalmente crianças negras. Procura-se evitar o desenvolvimento do auto-preconceito, ou seja, da inferiorização perante a sociedade. Outros temas debatidos pela comunidade negra e que ganham evidência neste dia são: inserção do negro no mercado de trabalho, cotas universitárias, se há discriminação por parte da polícia, identificação de etnias, moda e beleza negra, etc.
Folha de SJB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *