PRESTAÇÕES DE CONTAS DO EX-PREFEITO EDUARDO DOMINICI CHEGAM À CÂMARA DE VEREADORES

As prestações de contas do ex-prefeito de São João Batista, Eduardo Dominici, já estão na Câmara de Vereadores. A informação foi confirmada com o presidente da casa, vereador Luiz Everton. As prestações são referentes ao ano de 2007. Na ultima quarta-feiras as contas foram para a Comissão de Finanças e devem ser distribuídas amanhã para os 11 vereadores do Parlamento Joanino. As mesmas contas já foram julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, em 2010.
Ex-prefeito Eduardo Dominici
A expectativa é que a votação entre na pauta da Câmara de Vereadores de São João Batista até na semana que vem. O Tribunal de Contas do Estado (TCE) desaprovou, em Sessão Plenária realizada no dia 10 de março de 2010, a prestação de contas referente ao exercício financeiro de 2007 apresentada por Eduardo Henrique Tavares Dominici, prefeito de São João Batista.

Análise técnica realizada pelos auditores do TCE identificou diversas irregularidades que motivaram a reprovação das contas, entre as quais se destacam: ausência de metas e riscos fiscais relativos à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), não arrecadação de tributos municipais, ausência de informações sobre a estrutura legal e organizacional do Fundo Municipal de Assistência Social (FMAS), encaminhamento fora do prazo dos Relatórios Resumidos de Execução Orçamentária (RREO) e dos Relatórios de Gestão Fiscal (RGF) e aplicação dos recursos destinados à educação abaixo do que determina a Constituição Federal.

Além das contas reprovadas, Eduardo Dominici foi condenado a devolver aos cofres públicos municipais R$ 4.428.076,00 e ao pagamento de multas que totalizam R$ 587.807,00.

Folha de SJB

10 respostas para “PRESTAÇÕES DE CONTAS DO EX-PREFEITO EDUARDO DOMINICI CHEGAM À CÂMARA DE VEREADORES”

  1. eita que é hora de vereador fazer barganha,vão vender caro apoio pro Eduardo.Agora os que honram os seus mandatos,se é que tem algum que honre,tem o dever de reprovar essas contas de faz de contas.Devolver o que foi surrupiado eu nunca vi! Os condenados postergam e nunca devolvem um vintém.Nós é que com o poder que temos,podemos mandar essas figuras pro ostracismo ,para usufruírem do “suor” de suas caras sem vergonhas.

  2. Acredito que se reprovarem a de Eduardo terão que reprovar de Zequinha, Surama, Tonho, e todos os outro que passaram por aqui, a justiça tem que ser igualitária, não ter 2 pesos e duas medidas. Com certeza chegou a hora de nossos vereadores fazerem suas barganhas como é de costume, quando sepassam pra lado A ou B, infelizmente o povo é quem paga por todos esses erros, nunca vi, dinheiro público voltar para quem é realmente de direito, o próprio povo. Pago meus impostos em dia e quero que o que seja meu seja usado em meu benefício, não para compra de carro importado para amantes, ou proporcionar festas de aniversários em churrascarias, totalmente fechada para tal evento,quero que o dinheiro do FUNDEB, seja aplicado em benefício de professores e alunos, não em compra de vereadores que vieram ou ainda virão, mas no Brasil ou propriamente dizendo em São JOão Batista tudo pode.

  3. AMARILDO NÃO MANDA NOS VEREADORES DELE IMAGINA NA OPOSIÇÃO, HOJE SÓ QUEM N TEM RABO PRESO COM AMARILDO E COM EDUARDO É; VEREADOR CABEÇA, IVAN E MECINHO AGORA OS OUTROS ESTÃO COMPROMETIDOS ATÉ O PESCOÇO. O BICHO VAI PEGAR É AGORA VAMOS VER QUEM GANHA ESSA SE É AMARILDO OU EDUARDO; ASSINA PEDRO FERNANDO SANTOS

  4. VC LEVA ESSA EDUARDO DOMINICI VC TINHA RESPEITO PELO POVO E PELO O SEU GRUPO POLITICO, NÃO É ESSE DIZAJUSTADO QUE NÃO RESPEITA O POVO….

  5. Amarildo declara apoio a Glauber Cutrim pra dep estadual,alguem pensa que é pro bem de SJB. ele quer se arrumar com o conselheiro presidente,ferra dudu dominici,ele fica inelegivel,reprova na camara e ai o caminho fica livre pra amarildo …

  6. Como mecinho e um homem de boncesso ele vai votar afavor de eduardo, afinal entre os tres q passaram pela prefeitura nos ultimos tempos eduardo foi o melhor para o povo….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *