COLUNA DO JERSAN: TUDO COMO DANTES NO PALÁCIO DE ABRANTES

Protestos e agressões nas manifestações populares que estouraram em São Paulo e ganharam seguidores na maioria das capitais brasileiras culminaram com recuos e algumas medidas paliativas das autoridades brasileiras, postadas nos palácios, nas assembleias estaduais, câmaras municipais e no Congresso Nacional. Mas, grande parte dos problemas que aflige a nação continua aí, em plena vigência como a corrupção, o tráfego de influência a impunidade, a lavagem de dinheiro, a agiotagem em prefeituras, a criminalidade, o abuso de autoridade, financiamento de campanhas eleitorais pelas empresas, enfim, continua tudo como “dantes no palácio de Abrantes”.

O senador Humberto Costa (PT-PE), em discurso proferido na tribuna do Senado, na última quinta-feira, lamentou a posição da Câmara Federal de não votar a minirreforma política que pretende pelo menos acabar com o financiamento de empresas às campanhas eleitorais e estendeu a crítica à direção nacional do seu partido que se declarou contrário a qualquer mudança nas regras atuais e anunciou que participará da próxima reunião da Executiva Nacional do PT para levar o seu protesto a essa decisão, sem que os senadores, sequer fossem ouvidos.

O senador foi além ao denunciar que a política brasileira é um verdadeiro e vergonhoso “balcão de negócio” quando comentou a criação, pelo TSE, de dois novos partidos (Solidariedade, organizado pelo deputado federal Paulo Pereira da Solva – PDT – SP – e o Partido Republicano da Ordem Social do ex-vereador goiano Eurípedes de Macedo Jr). Os novos partidos, disse o senador, devem filiar vários parlamentares e reafirmou: “A política brasileira se transformou em um balcão de negócios”. 

O discurso do senador pernambucano demonstrou a sua insatisfação com o Partido dos Trabalhadores (PT). A rede Sustentabilidade da ex-senadora Marina Silva deverá ser apreciada e votada pelo TSE por toda esta semana.

NO MARANHÃO

As mudanças de partido acontecem, também, no Maranhão. O deputado Raimundo Cutrim (ex- DEM) filiou-se ao PCdoB no último dia 13 e Othelino Neto trocou o PPS de Roberto Freire também pelo PCdoB de Flávio Dino. A filiação do deputado socialista aconteceu na última sexta-feira (27) em concorrida solenidade no Hotel Abbeville.

O fortalecimento do Partido Comunista do Brasil, no estado, e a desenvoltura do candidato ao governo Flávio Dino, tem levado a governadora Roseana Sarney a intensificar suas idas e vindas ao interior, inaugurando obras e prometendo aos prefeitos, convênios que os possibilitem, com esses recursos realizarem bons serviços de interesse popular. 

Recentemente, na região da Baixada Ocidental, em São João Batista, além de convênios assinados com o prefeito Amarildo Pinheiro, garantiu a construção, pelo seu governo, das barragens e diques de contenção da água doce nos campos naturais da região que impedem, consequentemente, a invasão de água salgada. Trata-se de um projeto antigo e relevante, que não pode ficar só na promessa.

Em São Bento tomou decisões, fez promessas e, talvez, ainda sensibilizada com as mensagens do Papa Francisco, durante sua estada no Brasil, demonstrou humildade ao pedir um encontro com o ex-prefeito e ex-deputado Isaac Dias, reconhecendo, com esse gesto a expressiva e respeitada liderança política exercida por Isaac ao longo dos tempos e adversário histórico do grupo que ela lidera no Maranhão.

Isaac a recebeu na sua residência não só a ela, mas, também o secretário de Infraestrutura e pré-candidato ao governo, Luis Fernando Silva. Ele acompanha a governadora em todas as viagens e ações do chamado Governo Itinerante, fazendo campanha, segundo denúncias da oposição com assento na Assembleia Legislativa.

EDUCAÇÃO

Estive recentemente na região, fui a São João Batista e vi várias escolas municipais em melhores condições daquelas encontradas pelo prefeito Amarildo Pinheiro. Em São Bento a preocupação do prefeito Carrinho e da secretária de Educação Isanea Dias, também, é com esse importante setor da administração pública. Ela (Isanea) convidou-me acompanhá-la em uma visita a três escolas municipais, abandonadas pela gestão anterior e hoje reformadas, ampliadas e adequadas às necessidades dos professores e alunos.

CAEMA

A CAEMA não é péssima apenas no fornecimento de água e na cobrança exorbitante do consumo que em vários bairros não existe porque não há água nas torneiras, mas, também, no atendimento aos consumidores. Na Agência de Negócios dos Vinhais, por exemplo, o consumidor espera, pelo menos, uma hora para ser atendido. Significa dizer, que, se você pega a senha 10, será atendido 10 horas depois do primeiro. É ou não é desrespeito. Voltarei lá amanhã para tentar ser atendido.

REVERTER É DIFÍCIL

A governadora Roseana Sarney sabe que não está fácil reverter a situação claramente favorável, segundo todas as pesquisas de opinião, ao candidato oposicionista Flávio Dino (PCdoB). Mas, na opinião de seus aliados, daqui para frente ela não medirá esforços para colocar Luis Fernando Silva no páreo, em condições de disputar, e vencer o seu adversário, nas eleições de 2014. A inauguração da MA-014 prevista para dezembro próximo e se for executado o projeto que objetiva melhorar a condição de vida de criadores, pescadores e moradores da área do campo, na baixada, poderá melhorar eleitoralmente a posição de Luís Fernando que hoje perderia para o seu opositor, conforme as pesquisas. 

Como observador, sugiro a governadora que veja na “própria casa” as possíveis traições. Assim aconteceu com o ex-prefeito João Castelo, na hora H abandonado por amigos e assessores que trocaram, em 2012, a camisa amarela pela vermelha empunhada por Edivaldo Holanda. Na política, às vezes, acontecem fatos dessa natureza porque são poucos os homens leais e fiés neste mundo de ambição e cobiça, no momento em que, como disse o senador Humberto Costa, a política se transformou num balcão de negócios. Já existem políticos estudando as possibilidades de cada um dos candidatos a governador, para decidir a quem vai seguir e se dar bem. São os oportunistas. 

FATOR ELIZIANE

A candidatura da deputada Eliziane Gama (PPS), ao governo, uma vez concretizada, contribuirá para levar a decisão para o segundo turno e isso proporcionará ao pré-candidato Luis Fernando Silva mais fôlego para tentar ganhar a eleição.

Folha de SJB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *