BANCÁRIOS DE SÃO JOÃO BATISTA NÃO ADEREM À GREVE NACIONAL

Os bancários do município de Pinheiro não aderiram à greve que acontece em todo o Brasil. A informação é do gerente do Banco do Brasil, Cesar Neto, que disse que os bancários da agência de São João Batista não entraram de greve. Outros bancos também ainda não aderiram à greve.

Mais a tendência da Agência do Banco do Brasil da cidade é aumentar, já que cidades próximas como Pinheiro aderiram à greve. Pelo menos até agora, as agências da Caixa Econômica Federal e do Bradesco continuam a atender os clientes normalmente. Outro serviço que continuam funcionando normalmente é os Correios.

A paralisação pede maior reajuste salarial, melhores condições de trabalho, aumento do piso, entre outros. De acordo com a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf), a proposta dos bancos “é inaceitável diante dos seus lucros gigantescos”, diz a Contraf. Categoria quer reajuste salarial de 11,93% e Federação Nacional dos Bancos oferece 6,1%.

Além de reajuste, os trabalhadores querem avanços nas demais pautas, como: Participação nos Lucros e Resultado (PLR) de 25% do lucro líquido distribuídos de forma linear, piso do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) – R$ 2.860,21 –, reposição das perdas salariais, isonomia, contratação de mais bancários, saúde, segurança, respeito à “Lei das Filas”, dentre outras reivindicações.

Folha de SJB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *