DEFESA CIVIL RECONHECE SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA EM SÃO JOÃO BATISTA

Duas portarias da Secretaria Nacional de Defesa Civil reconheceram a situação de emergência em 70 municípios maranhenses, devido à estiagem. As listas com os nomes das cidades foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU).
Ano passado o Lago do Coqueiro secou, fato que não acontecia a mais de 30 anos
Na lista, aparecem municípios da Baixada Maranhense, e das regiões Norte, Leste e Central. Entre elas a cidade de São João Batista. O pedido foi protocolado no meio deste ano pelo prefeito Amarildo Pinheiro em reunião com a Defesa Civil do Estado em São Luis.

Com as decretações das situações de emergência, as prefeituras podem solicitar recursos especiais junto ao governo federal para a implementação de planos de trabalho.

De acordo com a publicação, o decreto é válido para os municípios Afonso Cunha, Água Doce do Maranhão, Aldeias Altas, Amarante do Maranhão, Anapurus, Arari, Barão de Grajaú, Barra do Corda, Belágua, Bela Vista do Maranhão, Brejo, Buriti, Buriti Bravo, Cantanhede, Caxias, Chapadinha, Codó, Coelho Neto, Colinas, Duque Bacelar, Fortuna, Gonçalves Dias, Governador Archer, Guimarães, Igarapé do Meio, Jatobá, Jenipapo dos Vieiras, Lago da Pedra, Lago dos Rodrigues, Lagoa do Mato, Lagoa Grande do Maranhão, Magalhães de Almeida, Marajá do Sena, Mata Roma, Matões, Matões do Norte, Milagres do Maranhão, Mirador e Nina Rodrigues.

Ainda de acordo com os dados, foram reconhecidas as cidades de Nova Iorque, Olinda Nova do Maranhão, Palmeirândia, Paraibano, Parnarama, Passagem Franca, Pastos Bons, Paulino Neves, Paulo Ramos, Pedro do Rosário, Pinheiro, Presidente Dutra, Santa Filomena do Maranhão, Santa Helena, Santa Quitéria do Maranhão, Santa Rita, São Benedito do Rio Preto, São Bernardo, São Domingos do Maranhão, São Francisco do Maranhão, São João Batista, São João do Sóter, São João dos Patos, São José dos Basílios, São Roberto, Serrano do Maranhão, Sucupira do Norte, Sucupira do Riachão, Tuntum, Vargem Grande e Viana.

Folha de SJB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *