POPULAÇÃO RECLAMA DE POLUIÇÃO SONORA EM SÃO JOÃO BATISTA

Uma das coisas mais comuns na cidade de São João Batista é a presença de carros de som e propaganda que abusam das freqüências graves, pulsantes, de elevada densidade sonora e altamente lesiva à saúde. É disso que grande parcela da população vem reclamando nos últimos dias.
O Blog Folha de SJB vem recebendo diversas reclamações sobre a poluição sonora em São João Batista. Todos reclamam do grande barulho que sons de carros e motos fazem. Na maioria das vezes a suada é provada por carros ou motos que fazem propaganda para comércios no centro da cidade.

A reclamação é geral. Desde seis horas da manhã até dez horas da noite a confusão no centro da cidade é constante. “Nossa cidade está sendo invadida por esses veículos e motos, cujos motoristas insistem em nos agredir com a poluição sonora. Às vezes estou trabalhando e tenho que interromper meu serviço porque isso atrapalha totalmente a minha concentração”, disse uma das pessoas entrevistadas pelo blog.

O pior é que o desrespeito atinge até as escolas e o Hospital Municipal. Os donos de carros e motos que fazem propaganda passam sem ao menos diminuir o som das propagandas. Por isso, algumas famílias pedem aos órgãos competentes uma fiscalização ostensiva sobre tais equipamentos sonoros para evitar o incomodo e desconforto que é causado todos os dias.

POLUIÇÃO SONORA

A poluição sonora ocorre quando num determinado ambiente o som altera a condição normal de audição. Embora ela não se acumule no meio ambiente, como outros tipos de poluição, causa vários danos ao corpo e à qualidade de vida das pessoas. O ruído é o que mais colabora para a existência da poluição sonora. Ele é provocado pelo som excessivo das indústrias, canteiros de obras, meios de transporte, áreas de recreação, etc. 

Estes ruídos provocam efeitos negativos para o sistema auditivo das pessoas, além de provocar alterações comportamentais e orgânicas. A OMS (Organização Mundial de Saúde) considera que um som deve ficar em até 50 db (decibéis – unidade de medida do som) para não causar prejuízos ao ser humano. A partir de 50 db, os efeitos negativos começam. Alguns problemas podem ocorrer a curto prazo, outros levam anos para serem notados.

Principais efeitos negativos: Insônia (dificuldade de dormir), estresse, depressão, perda de audição, agressividade, perda de atenção e concentração, perda de memória, dores de Cabeça, aumento da pressão arterial, cansaço, gastrite e úlcera, queda de rendimento escolar e no trabalho, surdez (em casos de exposição à níveis altíssimos de ruído).

RECOMENDAÇÕES IMPORTANTES

Para evitar os efeitos nocivos da poluição sonora é importante: evitar locais com muito barulho; escutar música num volume de baixo para médio; não ficar sem protetor auricular em locais de trabalho com muito ruído; escutar walk man ou mp3 player num volume baixo, não gritar em locais fechados, evitar locais com aglomeração de pessoas conversando, ficar longe das caixas acústicas nos shows de rock e fechar as janelas do veículo em locais de trânsito barulhento.

Folha de SJB

Uma resposta para “POPULAÇÃO RECLAMA DE POLUIÇÃO SONORA EM SÃO JOÃO BATISTA”

  1. Assim como fiz no status do meu face, farei aqui. Há alguma autoridade que tenha a competência de resolver tal problemática? Ou será mais um desmando que não recebe punição? Os três poderes presentes aqui no município fizeram uma zoada dizendo que iam organizar o trânsito e até o uso do capacete que deveria ser usado tanto pelo piloto como pelo passageiro não passou de ser usado apenas pelo piloto e que já está sendo obedecido apenas por alguns, pois aqui em nossa cidade é sempre assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *