COLUNA DO PASTOR GILDO: OS JOVENS QUE TEMOS E AMAMOS

Pastor Gildo Lopes
Trabalhar com e orientar jovens é maravilhoso e muito recompensador, mas oferece dificuldades típicas por sua dinâmica e nos leva pensar: O que o jovem da baixada maranhense de hoje quer ser e o que deseja fazer com sua vida? Os jovens de nossa região tem assumido seu papel? Quais os seus anseios? O que pensam? 

Ser jovem é uma das belas fases da vida, onde ele é desafiado a expressar sua identidade, sonhos, valores e escolhas. O jovem quando inserido na sociedade tem sua riqueza, seu potencial e desafios para vencer. 

É papel da família, sociedade, igreja, entidades, e meio educacional, saber entender esse jovem, criar programas, abrir espaços, para tirá-lo “das ruas”, da ociosidade e dar-lhe seu lugar, ajudando-o desenvolver desde dentro, a expressão da própria vontade, o autoconhecimento, discernimento, para que saiba identificar e vá de encontro à revelação divina em sua caminhada e propósito na vida. 

Precisamos ter em mente que são capazes, audaciosos e gostam de ser desafiados, porém é preciso fazer o caminho com eles movido de compaixão manifestando um amor sem fronteiras, pois essa juventude que se faz presente na sociedade de São João Batista quer ser ouvida, acolhida e amada.

Folha de SJB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *