SERGINHO, LUIZ EVERTON, ASSIS E DEZINHO PARTICIPAM DE INTERCÂMBIO NO CEARÁ E RIO GRANDE DO NORTE

A Secretaria de Estado de Pesca e Aquicultura (Sepaq) abriu, nesta segunda (29), o I Intercâmbio de Comunitários Maranhenses em Carcinicultura, evento que prossegue até a sexta-feira (2). O intercâmbio vai acontecer, por meio de viagens a cidades do Ceará e Rio Grande do Norte, e tem como objetivo propiciar aos pescadores artesanais, aquicultores e agricultores familiares do Maranhão residentes nas áreas catalogadas a instalação de polos de produção de camarões.
Luiz Everton, Dezinho, Assis e Serginho Castro
Da cidade de São João Batista, a comitiva é formada pelos secretários municipais Serginho Castro e Assis Araújo, e os vereadores Luiz Everton e Dezinho. Para os técnicos da Sepaq, o intercâmbio vai possibilitar que os produtores da pesca conheçam experiências bem sucedidas desta atividade no Brasil, além da atualização de informações sobre novas ferramentas adotadas nos processos de produção de sementes, cultivo, despesca, transporte, beneficiamento e comercialização de camarões cultivados.

“Esse intercâmbio é uma forma de socializarmos as informações com as pessoas das comunidades. E a melhor maneira de mostrarmos a eles, para que tirem as suas próprias impressões, é levá-los a conhecer experiências nas regiões em que, tanto a pequena quanto a meia e a grande produção já estão acontecendo”, frisou assessor especial e engenheiro de pesca da Sepaq, José de Ribamar Pereira.

As cidades beneficiadas que vão fazer parte do intercâmbio serão Anajatuba, Viana e São João Batista, representadas, respectivamente, pelos secretários Antônio Lima, Jarbas Bezerra e Sérgio Castro. O evento teve presença, ainda, de representantes da Câmara Municipal, das colônias e sindicatos dos pescadores dos seus respectivos municípios. Segundo o superintendente de Desenvolvimento da Aquicultura, Fernando Bergmann, esses três municípios foram escolhidos por suas regiões de tesos (mistura água doce e água salgada) serem consideradas as mais propícias para o cultivo de camarão, segundo um documento existente no estado chamado de Zoneamento Costeiro do Estado do Maranhão, feito em 2003.

Da Sepaq, participam o superintendente de Desenvolvimento da Aquicultura, Fernando Bergmann, e o assessor especial, José de Ribamar Rodrigues Pereira, ambos engenheiros de pesca. Estará presente também o membro da Associação Brasileira de Criadores de Camarão (ABCC), Marcelo Borba.

Espaços visitados

Os locais que serão visitados durante o I Intercâmbio de Comunitários Maranhenses em Carcinicultura serão a Fazenda, Laboratório e Centro de Processamento da Compescal (CELM), em Aracati no Ceará; Fazenda Amaral & Amaral, em Jaguaruana, também no Ceará; Fazenda e Centro de Processamento Potiporã, em Pendências, no Rio Grande do Norte (maior empreendimento de carcinicultura do Brasil); Fazenda Aquarium, em Mossoró, também no Rio Grande do Norte; além do Projeto de Carcinicultura Comunitária Requenguela (ACCI), em Icapuí, no Ceará (primeira carcinicultura comunitária com Licenciamento Ambiental do Brasil).

O I Intercâmbio de Comunitários Maranhenses em Carcinicultura faz parte do Plano Estadual de Desenvolvimento da Carcinicultura do Maranhão, que está sendo desenvolvido pela Sepaq. Com informações do Governo do Estado.

Folha de SJB

2 respostas para “SERGINHO, LUIZ EVERTON, ASSIS E DEZINHO PARTICIPAM DE INTERCÂMBIO NO CEARÁ E RIO GRANDE DO NORTE”

  1. Jailson me diz porque foram retirados vários comentários, onde já tinham sido publicado? quero uma resposta? Não podemos dizer a verdade sobre o que está acontecendo na educação? Ou vc está sendo censurado?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *