JERSAN ARAÚJO FALA SOBRE ROMPIMENTO DE AMARILDO E EDUARDO

ROMPIMENTO POLÍTICO EM SÃO JOÃO BATISTA

Jersan Araújo
O que era previsível desde o início da administração do prefeito Amarildo Pinheiro, de São João Batista, aconteceu: o rompimento político dele com o ex-prefeito Eduardo Dominici que liderou o seu grupo político no apoio ao atual mandatário municipal. Os comentários sobre as divergências entre eles são antigas, mas o desfecho foi no último dia 30 de junho (domingo passado). Não dá para avaliar, no momento, quem perde ou quem ganha com esse rompimento aparentemente prematuro. 

O tempo se encarregará de mostrar se um deles teve razão ou se ambos foram precipitados na tomada de posição tão radical. Como amigo dos dois líderes, continuarei acompanhando as conseqüências desse episódio e informando com imparcialidade aos leitores o seu desdobramento.

 Como ex-vereador, militante político no município integro o grupo que elegeu e reelegeu Eduardo Dominici, respectivamente, em 2004 e 2008, e, que elegeu Amarildo Pinheiro em 2012, reservo-me o direito de colher mais informação, sobre as razões de cada um deles, para opinar sobre o fato, que, através do diálogo, acreditam alguns, poderá ser reversível. 

Eduardo Dominici anunciou que neste final de semana estaria em São João Batista. Amarildo, que estava lá desde terça-feira, teria retornado ontem (sábado) a São Luís e que amanhã (segunda feira), viajará para Brasília, onde cumprirá agenda de compromissos com parlamentares maranhenses e nos ministérios. Retornará quinta-feira. Fonte: Coluna do Jersan.

Folha de SJB

5 respostas para “JERSAN ARAÚJO FALA SOBRE ROMPIMENTO DE AMARILDO E EDUARDO”

  1. Na verdade tudo isso era previsível, até porque são seguimentos políticos contrários, mas na verdade quem perde é o povo mais uma vez que será usado de massa de manobra em beneficio de uma meia dúzia que estão mais preocupados com sigo mesmo, fazendo negociatas e vendendo a consciência daqueles que não sabem a quem pedir socorro, pois enquanto esta história da imparcialidade do autor, é a mais bela piada, pois já esteve por todos os lados e agora esperando para ver de que lado sobra como se diz na linguagem regional uma “beiradinha”.

  2. Jersan na política é 8 ou 80. Você precisa de decidir ou é Amarildo e o grupo Sarney, ou vc é Eduardo e Flavio Dino. Você não pode é assessor amarildo e votar contra, afinal são verbas publicas.

  3. concordo com o anônimo, pois jersan, vc se lembra muito bém qual foi o comportamento do eduardo dominici, durarante o periodo eleitoral, pois a vontade do povo falava mais alto, querendo mudança, quando amarildo feis o primeiro arrastão de manoel ferreira a sede, ele não saiu do poleiro dele, em quanto não tinha certeza da multidão que ali se encontrava, mandando toda hora aguem verificar se tinha povo, mais ele não convidou o povo, o povo foi e feis a diferença, em momento algum eduardo dominici fazia questão de acompanhar amarildo nas visitas, ate por que amrildo conhece todos os povoados casa por casa de são joão batista, caro amigo jersan, vc já esqueceu o que eduardo dominici fez com a amarildo em 2004, uma tramenda injustiça, se convidou ele para fazer parte de seu governo, tentou caçar a vaga de sua esposa como vice, sendo que foi a unica coisa que o amarildo ficou, e todos que fazia parte do grupo de amarildo se passou para eduardo dominici antecipadamente, e se não fosse amarildo já mais eduardo dominici teria sido prefeito de são joão batista, em bora com todos os milhões do governo do estado , que tinha o seu tio como governador, marildo fez o certo e o certo,é rever a situação do povo e não apenas de uma pessoa, que de fato não sabe o que é pobreza. é queria um salário de 50.000.00 por mês, perante uma população pobre desta terra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *