FESTEJO DE SANTO ANTÔNIO TERMINA AMANHÃ NO POVOADO BEIRADA

http://2.bp.blogspot.com/-J1la0fv_-qc/TaRSuTEELYI/AAAAAAAAD58/AIqokKIJIIs/s1600/santo-antonio.jpg
Santo Antônio
O Festejo de Santo Antônio termina nesta quinta-feira no povoado Beirada, zona rural de São João Batista. O festejo está sendo organizado pela Associação dos Moradores do povoado e está completando nove noites.
De acordo com os organizadores no encerramento terá a procissão e logo depois uma missa que será celebrada pelo pároco da cidade de Cajapió, padre Olivan Reis, que se ordenou no começo do ano na cidade de São João Batista.

Além desta programação, o encerramento do Festejo de Santo Antônio terminará com apresentações culturais e show dançante. Durante o festejo foram 09 noites de ladainha ao santo padroeiro da associação dos moradores daquele povoado.

SANTO ANTÔNIO

Santo Antônio (português europeu) ou Antônio (português brasileiro) de Lisboa, também conhecido como Santo Antônio de Pádua1 , OFM (Lisboa, 15 de Agosto de 1191-1195 ? — Pádua, 13 de Junho de 1231), de sobrenome incerto mas batizado como Fernando, foi um Doutor da Igreja que viveu na viragem dos séculos XII e XIII2 .

Primeiramente foi frade agostiniano,Convento de São Vicente de Fora, em Lisboa, indo posteriormente para o Convento de Santa Cruz, em Coimbra, onde aprofundou os seus estudos religiosos através da leitura da Bíblia e da literatura patrística, científica e clássica. Tornou-se em 1220 e viajou muito, vivendo inicialmente em Portugal, depois na Itália e na França. No ano de 1221 passou a fazer parte do Capítulo Geral da Ordem de Assis, a convite do próprio Francisco, o fundador, que o convidou também a pregar contra os albigenses em França. Foi transferido depois para Bolonha e de seguida para Pádua, onde morreu aos 36 (ou 40) anos.

A sua fama de santidade levou-o a ser canonizado pela Igreja Católica pouco depois de falecer, distinguindo-se como teólogo, místico, asceta e sobretudo como notável orador e grande taumaturgo. Santo Antônio de Lisboa é também tido como um dos intelectuais mais notáveis de Portugal do período pré-universitário. Tinha grande cultura, documentada pela coletânea de sermões escritos que deixou, onde fica evidente que estava familiarizado tanto com a literatura religiosa como com diversos aspetos das ciências profanas, referenciando-se em autoridades clássicas como Plínio, o Velho, Cícero, Séneca, Boécio, Galeno e Aristóteles, entre muitas outras. 

O seu grande saber tornou-o uma das mais respeitadas figuras da Igreja Católica do seu tempo. Lecionou em universidades italianas e francesas e foi o primeiro Doutor da Igreja franciscano. São Boaventura disse que ele possuía a ciência dos anjos. Hoje é visto como um dos grandes santos do Catolicismo, recebendo larga veneração e sendo o centro de rico folclore.
Folha de SJB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *