COLUNA DO JERSAN ARAÚJO

Minha foto
Jersan Araújo
Os prefeitos eleitos em 2012 demonstram disposição de implantar novo estilo e forma de administrar seus municípios. Em São João Batista o prefeito Amarildo Pinheiro determinou que fosse feito recadastramento de todos os funcionários e deverá convocar os aprovados no último concurso que a ex-prefeita tentou anulá-lo, A ação tramita na Justiça e Amarildo deverá desistir do processo. 

O prefeito solicitou de cada secretário minucioso relatoria sobre a situação de cada órgão: o que existe e o que precisa para funcionar plenamente. A princípio já é sabido que houve, nos últimos dias da gestão anterior verdadeiro raspa no patrimônio do município. Até pneus novos dos carros foram trocados por velhos. Computadores e muitos móveis também desapareceram. No hospital da cidade e em várias escolas foi observada a ação dos ladrões. 

Com base nos relatórios que serão elaborados pelos secretários, a Prefeitura vai, através da Assessoria de Imprensa, editar um Informativo que será distribuído à população dando conhecimento da verdadeira situação em que foi recebido o município pela atual administração. Outra iniciativa do prefeito Amarildo Pinheiro é criar o Portal da Transparência, através do qual todas as informações, receitas e despesas das verbas púbicas serão levadas ao conhecimento da sociedade. 

Acabar com a corrupção é missão quase impossível nos governos federal, estadual ou municipal. Porém, os novos gestores, com força de vontade e determinação, devem estabelecer princípios e adotar medidas eficazes, para conter esse mal que assola o nosso país. 

Na Baixada Maranhense existem outros exemplos de malversação do dinheiro público. São Vicente Férrer e São Bento, agora com novas administrações, enfrentam problemas semelhantes aos encontrados por Amarildo em São João Batista. Maria Raimunda e Carlos Muniz (Carrinho), respectivamente novos gestores dos dois municípios, terão muito trabalho para reorganizarem suas prefeituras. 

Denúncias ao Ministério Público, inclusive ao federal deverão ser encaminhadas com o objetivo de esclarecer desvios de verbas referentes a convênios e do Fundeb. São novas cabeças e novo estilo de administração visando beneficiar, de verdade e especialmente, as comunidades mais carentes.

RECADASTRAMENTO

A Prefeitura de São Luís, também, inicia no próximo dia 10 de janeiro o recadastramento dos servidores municipais. Paralelamente a essa informação, a Secretaria de Comunicação afirma que o prefeito Edvaldo Holanda não pensa em dispensar funcionários. No entanto, chegou ao conhecimento da coluna que vários servidores de algumas secretarias já teriam sido mandados para casa.

Confirmando-se essas “dispensas” poder-se-ia dizer que a determinação do prefeito não estaria sendo levada a sério pelos seus auxiliares e que seriam péssimos sinais de falta de autoridade dele e excesso de autoritarismo dos seus secretários. Aliás, é oportuno lembrar que durante a campanha o prefeito garantiu “ao vivo e a cores” que não iria promover demissões. Será?…

NOVO PRESIDENTE

O vereador Luís Everton (PCdoB) é o novo presidente da Câmara Municipal de São João Batista. As coligações que apoiaram Amarildo Pinheiro elegeram seis dos 11 vereadores e Luís Everton foi o indicado para presidir o Poder Legislativo no biênio 2O13/2014. Os cinco vereadores da oposição desistiram da disputa e Everton terminou obtendo 10 votos a favor contra apenas um.

NÃO É FÁCIL

A governadora Roseana Sarney está cada vez mais disposta a não entregar facilmente o comando do estado à oposição. A determinação dela aos secretários é que seja dado aos prefeitos todo apoio possível e ajudar, junto a eles a sua imagem de omissa com relação aos problemas dos seus municípios. 

Por outro lado o único candidato declarado pelas oposições, Flávio Dino, está se movimentando para manter a sua imagem de político pregador da renovação política no Maranhão e capaz de por fim a um sistema oligárquico, responsável pelo atraso, Mas é exatamente nesse ponto que a governadora Roseana pretende promover ações, a partir deste ano, para de certa forma mudar a cara do Maranhão.

Trabalhar em parceria com os prefeitos, na concepção dela, é a melhor formula de envolvê-los no seu projeto político e proporcionar melhor qualidade de vida ao povo do interior do estado. E dinheiro é o que não falta nos cofres, sob a mira dos leões. 

Flávio Dino, além de manter o bom relacionamento com o prefeito da capital, Edvaldo Holanda, precisa estreitar, cada vez mais, entendimentos com os prefeitos e com as lideranças mais expressivas espalhadas Maranhão afora e que estão à margem das novas administrações.

QUASE PARANDO

As obras da MA-014, na Baixada Maranhense precisam de ritmo mais acelerado. As chuvas começaram a cair na região e o andamento dos serviços deve ficar ainda mais lento, Os trechos piores, entre Olinda Nova e São João Batista e os buracos entre Matinha e Olinda Nova deveriam ser recuperados prioritariamente, para evitar que a estrada se torne intransitável quando as chuvas caírem com mais intensidade. 

Tá na hora da governadora apertar o secretário Max Barros e cobrar mais agilidade na execução das obras sob a sua responsabilidade. O bicho preguiça dá passos mais ágeis e eficientes. Na infra- estrutura falta ação!…Fonte: Blog do Jersan.

Folha de SJB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *