NATURAL DE SÃO JOÃO BATISTA É PRESA EM SÃO LUIS

Uma ação desencadeada pelo Departamento de Combate a Crimes Tecnológicos (DCCT), órgão pertencente à Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), nesta sexta-feira (23), efetuou a prisão de Adrianis Gomes Santos, de 29 anos, natural de São João Batista. 

Segundo o delegado Breno Galdino, titular do DCCT, ela era receptadora de empresas de telefonia. No local, foram encontradas nove baterias que teriam sido furtadas da central telefônica da Oi.

Ela é proprietária da empresa Super Mix Som Automotivo, localizada na Avenida dos Africanos. As investigações apontaram que a loja revendia as baterias para serem colocadas em som de carros. A prisão de Adrianis se deu a partir de denúncias da telefonia Oi que relatou a Seic, que a empresa estaria sendo vítima de furtos nas centrais telefônicas dos bairros da Cidade Operária, Vila Kiola e Cohatrac.


Em depoimento, Adrianis disse que teria pagado pelas baterias o valor de R$ 700,00. Ao ser interrogada sobre de quem teria comprado o material, ela não soube informar quem seria o vendedor e nem o seu paradeiro.


O delegado Breno Galdino explicou que o roubo das baterias nas centrais telefônicas traz uma série de danos aos usuários dos serviços. “Esse tipo de prática causa prejuízos à sociedade. Os serviços mais afetados são de internet, telefone fixo e móvel, além de todo prejuízo financeiro causado à empresa”, disse o titular da DCCT.


Adrianis Gomes Santos foi autuada pelo crime de receptação dolosa, e após os procedimentos legais, encaminhada para ao Presídio Feminino de Pedrinhas, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Folha de SJB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *