CABEÇA PERDEU A CABEÇA: DE NOVO?

Opinião.

Cabeça
O vereador Cabeça discursou ontem no Plenário da Câmara Municipal de Vereadores para agradecer a sua votação, onde teve mais de 600 votos nas últimas eleições municipais. Pela reeleição, o vereador ficará quase 25 anos na casa, são seis mandatos consecutivos conquistados. Parabéns ao vereador.

Mas não é em cima disso que quero, aqui, deixar minha opinião. O vereador Cabeça não usou o microfone daquela casa que é repartida ao meio entre parlamentares e platéia. Aliás, na galeria estavam eu e mais dois. E só. Quase ninguém vai nas sessões, até por que antes das eleições não tinha reuniões mesmo.

Mas, novamente, não é disso que quero falar. E sim de seu relacionamento com o atual governo comandado pela prefeita de São João Batista, Surama Soares. Cabeça teceu duras críticas contra o casal Soares e disse que ambos deixaram,em alguns momentos, de pedir votos para a então candidata a reeleição e pedir votos para outros. Neste caso, na minha opinião, os vereador Ivan e Mecinho.

Além disso o parlamentar disse no Plenário da Câmara que nunca traiu o grupo de Surama e votou sim na então candidata do Partido Verde. “Eu sempre fui fiel ao grupo da prefeita. Fui eleito pela sexta vez consecutiva com uma postura sempre fiel e depositei, sim, meu voto para a atual prefeita”, disse o parlamentar que foi ouvido atentamente pelos colegas.

Antes das eleições, o vereador se meteu em um caso envolvendo o prefeito eleito Amarildo Pinheiro e o ex-prefeito Eduardo Dominici. No episódio, Cabeça teria rompido com Surama Soares e teria declarado apoio pra o então candidato do PP. Um dia depois de este Blog publicar fotos da reunião, o vereador desmentiu a  informação passada ao Blog e disse que não rompeu.

Mas tarde Amarildo Pinheiro se pronunciou publicamente e afirmou que Cabeça teve sim a reunião com ele e que o fato aconteceu. Mas de acordo com o parlamentar, estariam saindo boatos de que ele, durante a campanha, não estaria pedindo votos para a candidata do PV, o que não é verdade, segundo Cabeça.

Por fim, em seu discurso, o parlamentar disse que não pretende mais se candidatar e que deverá se aposentar após o término de seu sexto mandato, em dezembro de 2016. Então tá.

Folha de SJB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *