Deputada diz alunos de Arari estão sendo obrigados a afirmar em provas que Igreja Católica é a única e verdadeira

A deputada Mical Damasceno afirmou, na tribuna da Assembleia Legislativa do Maranhão, que alunos de Arari, cidade administrada pelo prefeito Djalma Melo, estão sendo obrigados a colocar em provas que a Igreja Católica é a unica e verdadeira igreja, sob pena de reprovação aos que pensam diferentes.

Deputada Mical Damasceno

A declaração foi dita ontem, 28, e causou estranheza por parte de moradores do município de Arari, que afirmam ser exatamente o contrário. Sem mostrar nenhuma prova, a parlamentar foi à tribuna denunciar um caso de intolerância religiosa que, segundo ela, está ocorrendo no povoado Manoel João, a cerca de 16km  da sede do município de Arari.

Mical Damasceno relatou que cristãos protestantes moradores do povoado estão tendo sua liberdade religiosa restringida e que crianças estão sendo obrigadas a colocar em provas da escola que a Igreja Romana é a única e verdadeira, sob ameaça de reprovação aos que não o fizerem.

A deputada relatou, ainda, um incidente em que o pastor Israel Silvestre, ao tentar celebrar um culto, foi expulso por moradores portando armas brancas. Mical Damasceno mostrou-se consternada com a situação e disse que procurará as autoridades responsáveis e o Ministério Público, para que as providências sejam tomadas.

O Blog do Jailson Mendes procurou a Secretaria de Educação de Arari, mas o titular da pasta ainda não se manifestou oficialmente. No vídeo feito pela assessoria de comunicação da Assembleia Legislativa, ela conta detalhes do caso. Vejam…

17 respostas para “Deputada diz alunos de Arari estão sendo obrigados a afirmar em provas que Igreja Católica é a única e verdadeira”

  1. Não existe religião verdadeira, o que existe é uma grande separação entre as pessoas por conta da mesma. Existe cristãos verdadeiros reconhecidos pelo fruto do Espírito Santo, livres de julgamento para com o próximo. O q existe é gente achando q tá salvo por ser membro de alguma igreja, enquanto outros vivem a ajudar seus irmãos sem se importar com religião alguma.

  2. A deputada está equivocada quando leva a questão de forma exaltada. A Secretaria de Educação de Arari nunca, em hipótese alguma, incentiva o proselitismo nas salas de aula. Sou professor, e atualmante exerço o cargo de supervisor escolar no município. As aulas de Ensino Religioso são planejadas respeitando a diversidade.

  3. Paranóias do governo federal; afirmações esdrúxulas do governo federal são feitas e logo em seguida são retiradas. Existe sim uma tendência de imposição político – religiosa advinda do planalto central, mas é apenas mais um equívoco desse governo que acha que atirando pra todos os lados chegará a algum objetivo respeitoso por parte da sociedade brasileira

  4. A igreja catolica sempre foi e será a verdadeira, porque as demais igrejas só vivem de protestar a palavra do cristianismo. Desde quando me entendi, estudo bíblico feito fala que as primeiras igrejas a existirem foram as católicas. Já nos anos 70, que vieram demais igrejas!

  5. Essa Deputada não sabe o que está falando, em Arari nunca existiu esse assunto na qual está relatando, ela está querendo se promover, em Arari a população é altamente qualificadas, e cada qual tem livre e espontânea liberdade nas suas escolhas, Deputada procura outro assunto a ser discutido….

  6. Esta deputada pensa que é quem ao afirmar esta mentira. Faça uma visita em Arari na época da eleição, que é quando os políticos gostam de aparecer para pedir voto que te daremos a resposta! Kkkkkkkkkk!

  7. Essa deputada é uma das adeptas dos fakenews. Ela não apura os fatos e fala merda em plena Assembleia. Isso é triste… Olhem, irmãos, de qualquer igreja ou não, o nível das pessoas que elegemos.

  8. Dentro desse debate se encontra-se muitas mentiras. Primeiramente pelo o que eu conheço a comunidade, em potese alguma de forma alguma a comunidade se expressa com agrecividade em devidas às presente como foi por sei lá quem seja o fulano ou bertrano.

  9. Sou moradora de manoel João de onde essa deputada fala , só quero dizer a ela q quando a pessoa ñ sabe das coisas ñ pode sair por aí comentando ela não foi eleita para resolver problema de igreja mais sim as dificuldades do povo.Enquanto ela fica falando merda tem outros assuntos q deve ter prioridade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *