Vereador Garcês denuncia suposto superfaturamento de material gráfico que custará R$ 1,1 milhão aos cofres de São Bento

Vereador Gentil denunciará suposto superfaturamento

O vereador Gentil Garcês denunciou um suposto superfaturamento de material gráfico na cidade de São Bento. Na semana passada, saiu no diário oficial uma licitação fechada pelo prefeito Luizinho Barros no valor de mais de 1,1 milhão de reais.

Foram fechados dois contratos com empresas diferentes para fornecimento de serviços de materiais gráficos. O primeiro contrato foi com a empresa Marisvaldo Santos da Silva -ME, de cnpj 05410681/001-80. Até o fim do ano, ela ganhará 417.999,50 reais dos cofres públicos da Prefeitura de São Bento. Um segundo contrato foi fechado com a empresa Gráfica Pinheirense Eireli-ME, de cnpj 11.478.743/0001-98.

Por sua vez, ela receberá 660 mil da prefeitura para confeccionar materiais gráficos. Os contratos foram assinadas pelo secretário de Finanças da cidade, Raimundo Nonato Oliveira Rodrigues e fornecerão o material para as secretarias de educação, administração, saúde e assistência social.

Para o vereador Gentil Garcês, o valor é altíssimo e considera que poderá está tendo um superfaturamento desses preços. Ele informou ao Blog do Jailson Mendes que denunciará o caso ao Ministério Público para uma possível investigação por parte dos órgãos competentes.

Alvo de denúncias e críticas, Luizinho Barros tenta se blindar na Câmara de Vereadores e no Tribunal de Contas do Estado, inclusive com decisões recentes a favor do prefeito. O blog enviou esta matéria ao gestor e fica a disposição para qualquer tipo de esclarecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *