Urgente: TJMA também manda soltar segunda acusada de matar jovem de 25 anos em Matinha

A Terceira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão confirmou a decisão de soltar Tainar dos Santos e mandou libertar a irmã dela, Tainara dos Santos, que também é acusada de matar uma jovem de 25 anos na cidade de Matinha. A decisão, enviada com exclusividade ao Blog do Jailson Mendes, foi divulgada hoje.

Irmãs estão soltas

Elas são acusadas de, no dia 09 de abril de 2019, ceifaram cruelmente a vida de uma jovem de 25 anos, identificada como Kelrrey Daiana Ferreira Moizinho usando uma faca. Na semana passada, o juiz de Matinha decidiu levar as duas à Júri Popular, que deverá ser marcado após julgamentos de novos recursos impetrados pela defesa das irmãs nesta semana.

Já a decisão do Tribunal de Justiça mandou soltar Tainara dos Santos. A irmã dela, Tainar dos Santos, já tinha sido liberada por que tem um filho de 6 anos e, de ofício, os magistrados da Terceira Câmara Criminal decidiram também libertar a irmã dela. O julgamento foi realizado no último dia 26 e disponibilizada a decisão hoje, 28.

Ainda segundo uma fonte do Blog do Jailson Mendes, todos os processos envolvendo as duas irmãs, no Tribunal de Justiça, correm em segredo de justiça. “Unanimemente e de acordo com o parecer da Procurador Geral de Justiça, a Terceira Câmara Criminal confirmou a liminar deferida em favor de Tainar dos Santos e, de ofício, concedeu a ordem impetrada para substituir o decreto prisional pelas medidas cautelares previstas no art. 319, do CPP, determinando a expedição de alvará de soltura em favor da paciente Tainara dos Santos”, diz o despacho.

A decisão foi assinada pelos desembargadores Froz Sobrinho, Josemar Lopes e Tyrone Silva e pode ser conferida no documento abaixo.

Certidão de julgamento

9 respostas para “Urgente: TJMA também manda soltar segunda acusada de matar jovem de 25 anos em Matinha”

  1. Por é esse judiciário ser injusto, é que o crime campeia no Brasil.
    A certeza que a impunidade, premia os criminosos, ninguém mais se dá o trabalho de dialogar ou procurar os órgãos competentes ou melhor incompetentes, para resolver suas pendengas.
    O lema que vigora é: ” me aborreceu, morreu”.

  2. E realmente a justiça dos homes falha.triste saber que não haverá punição para um crime perverso como esse é tantos outros.infelizmente isso só contribui pra novos crimes pois já que vivemos em uma terra sem leis. Sem justisa..Estou dececionada

  3. Todos os magistrados da justiça do Maranhão apadrinham bandidos e criminosos, é um mistério essa justiça não manter presos pessoas que cometem crimes bárbaros.. Mistério mistério..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *