Urgente: Após quatro dias desaparecido, pastor natural de Cajapió é encontrado morto em São Luis

O Blog do Jailson Mendes acaba de receber a informação de que o pastor Mackson da Silva Costa, natural de Cajapió, foi encontrado morto e o corpo já está no Instituto Médico Legal (IML). Ele estava desaparecido desde o dia 11 deste mês, na capital do estado, onde morava e trabalhava.

Corpo do pastor já está no IML

Mackson da Silva Costa, de 37 anos, tinha sido visto pela última vez nas imediações da Vila Palmeira, em São Luís, em um Mobi vermelho de placa PSX 9805. O veículo foi encontrado ontem, 13, na estrada da Maioba, intacto e com todos os pertences dentro.

Após isso, a polícia intensificou as buscas e hoje encontraram o corpo do pastor, segundo informações passadas pelos familiares. O corpo foi encontrado enterrado no quintal de seu suposto assassino, no bairro Maiobão, em Paço do Lumiar.

Hoje pela manhã, foi preso um suspeito identificado como Saulo Pereira Nunes, de 38 anos. Ele confessou que atraiu a vítima para o local do crime, fazendo passar pela sua cônjuge, onde o pastor Makson foi rendido e depois assassinado. O acusado está preso e sera conduzido para a SHPP para os procedimentos de praxe.

As equipes policiais e periciais se encontram no local para a coleta de evidências. O pastor morava há muito tempo em São Luis, trabalhava no Detran e comandava uma igreja evangélica no bairro Santa Cruz. Ele era casado com Jaqueline Costa e não tem filhos.

Saulo está sendo acusado de ter assassinado o pastor

17 respostas para “Urgente: Após quatro dias desaparecido, pastor natural de Cajapió é encontrado morto em São Luis”

  1. Ele foi encontrado morto aqui perto da minha casa no Maiobão ele e uma mulher a suposta esposa do assassino segundo comentários ele tinha um caso com a esposa do assassino foram mortos e os corpos escondidos no quintal e ainda tem um motorista de Uber desaparecido que fez um corrida com o casal morto …. Essas são as notícias que correm por todo o bairro do Maiobão

  2. Eu acho que se o assassino se passou por sua esposa e o pastor foi ao local, tenho certeza que os dois já tinham um caso há muito tempo, tá vendo aí? Até os pastores que diziam ser de Deus e que conduzia uma igreja, meu Deus, o mundo está perdido…

  3. Más a palavra de Deus diz
    “Que o ímpio não subsistirá
    Na congregação do justo”.
    Ele pagou o preço por seu pecado
    Por escandalizar a obra de Deus.
    Pois de Deus não se escarneçe!
    Se é que foi assim.

    1. Certo, mas o assassino não tinha direito mata-lo, se há pendências com Deus, resolverá com Deus.
      Agora, dizer que foi justa a morte dele por causa d’ele ter manchado a imagem da igreja, isso é ridículo. Deus é justo, e é muito ridículo dizer que foi castigo.

    2. Lídia, Deus não se alegra nem com a morte do ímpio. E quando se lê na palavra que o ímpio não subsistirá
      na congregação do justo não significa dizer necessariamente que ele morrerá, mas que aquele ímpio não existirá, não permanecerá, não perdurará na condição de ímpio na congregação dos que são justos. Ele pagou o preço do pecado, eu concordo, visto que o salário do pecado é a morte. Porém, afirmar que sua morte foi o preço pago por escandalizar a igreja me parece de sua parte fazer distinções de pecados.

  4. Lídia, Deus não se alegra nem com a morte do ímpio. E quando se lê na palavra que o ímpio não subsistirá
    na congregação do justo não significa dizer necessariamente que ele morrerá, mas que aquele ímpio não existirá, não permanecerá, não perdurará na condição de ímpio na congregação dos que são justos. Ele pagou o preço do pecado, eu concordo, visto que o salário do pecado é a morte. Porém, afirmar que sua morte foi o preço pago por escandalizar a igreja me parece de sua parte fazer distinções de pecados.

  5. Não podemos sair generalizando os pastores por causa de salafraios que usam o nome de Deus não, pessoas de mal caráter existem em todos lugares, Inclusive nas famílias, nos ciclos de amizades, esse dai pagou com a vida, então peço que não julgues os que falam no nome de Deus, porque se forem mentirosos Deus a seu tempo faz a máscara cair.

  6. Que blá blá blá podre de gente pecador que quer se passar como santo. Que pagou com a vida coisa nenhuma. Foi um assassino perverso, louco e cruel isso sim! Que tirou a vida de um homem trabalhador. Pode até ter errado de estar com um caso extraconjugal ainda mais sendo pastor, mas daí esses hipócritas sujos e pecadores vim atirar pedras e pregar justiça ao pecado como se esse assassino tivesse feito algo correto, a mando de Deus, é demais… Mais amor no coração, por favor. Pensem antes de julgar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *