Tribunal de Justiça mantém afastamento de 7 vereadores da cidade de Vitória do Mearim

A Segunda Turma Criminal do Tribunal de Justiça decidiu manter o afastamento de 7 vereadores de Vitória do Mearim. A decisão saiu agora há pouco e todos os três desembargadores membros da turma votaram contra os parlamentares, mantendo a decisão do juiz de primeira instância.

Câmara de Vereadores de Vitória do Mearim

Os vereadores afastados José Mourão, Hélio Rodrigues, George Maciel, Oziel Gomes, Benoa Rodrigues, Marcelo Brito e Mauro Rogério estão sendo investigados no âmbito de uma operação deflagrada pela GAECO, em 05/06/2019, para apurar a suposta prática dos crimes de corrupção passiva e associação criminosa, sob a alegação de pedirem dinheiro para a prefeita Dídima Coelho.

Eles chegaram a serem presos por 10 dias, mas foram soltos e uma semana depois o juiz da cidade decidiu afastá-los dos cargos. Eles já tinham perdido uma liminar no tribunal para o retorno do caso e agora os desembargadores José Luis, José Bernando e Raimundo Barros mantiveram a decisão e os 7 que assumiram interinamente até uma decisão final do supremo, para onde os parlamentares devem recorrer.

O vereador Oziel da Silva, investigado também por vender munições a ciganos de Miranda do Norte, saiu da cadeia no mês passado e também tentava retornar ao cargo. Com isso, a prefeita Dídima Coelho e seu marido, Almir Coelho, conseguem continuar no comando da desastrosa administração municipal e ganhando todas as ações no âmbito da Justiça.

5 respostas para “Tribunal de Justiça mantém afastamento de 7 vereadores da cidade de Vitória do Mearim”

  1. Taí…Mais uma vez fica caracterizado que os “ex vereadores” pegaram em fio pelado, e pelo andar da “rural” os ex políticos embarcaram primeiro…Candidatura para esses aí nunca mais.

    1. Ah boatos na cidade que já tem ex vereador que por estar super endividado só anda as escondida, é que para ser eleito presidente da camara, partiu com tudo pra cima dos agiotas, e agora os cheques predatados em nome da Câmara Municipal assinandos pelo ex vereador presidente não tem valor algum. Dizem que só para a agiota, a dívida já ultrapassa a casa dos R$ 200.000,00 ( duzentos mil reais).

Deixe uma resposta para Silvana Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *