Secretário de educação esclarece possível suspensão de aulas e pagamentos de professores de São Vicente Ferrer

| 3 Comentários

Um leitor do blog informou que o secretário de educação da cidade de São Vicente Ferrer, Fábio Teixeira, estaria pensando em suspender as aulas no município por conta da falta de recursos para o pagamento dos professores da Rede Municipal de Ensino. O leitor, que é professor efetivo da cidade, disse que isso prejudicaria os alunos e que não concorda com a possível paralisação e cobrou o pagamento de seu salário do mês de julho.

O blog conversou com o secretário Fábio Teixeira e ele esclareceu que a possível paralisação está sendo discutida com o sindicato que representa a categoria, mas disse que, até agora, as aulas continuam em São Vicente Ferrer e que está estudando possibilidades de continuação do ano letivo, diante dos graves problemas enfrentados com a falta de recursos.

O auxiliar da prefeita Conceição Castro disse que a cidade foi penalizada com um recurso adiantado ainda na gestão passada e que só em julho deste ano os cortes no Fundeb do município foi da ordem de 522.291,47 reais, que o Governo Federal retornou para o seus cofres. A medida atingiu boa parte dos municípios do Maranhão e penalizou diversas cidades como São João Batista e Matinha, com mais de meio milhão a menos.

Ao blog, o secretário explicou que as aulas continuam normalmente, mas que está com dificuldades de fechar a folha de pagamento do mês de julho. Porém, ele garantiu que o pagamento do mês de agosto sairá no dia 30 e o pagamento do mês passado deve ser parcelado em duas vezes, diante da dificuldades. “A proposta da secretaria é pagar já no dia 30 deste mês todos os professores e uma parcela do mês de julho. Ainda assim, teremos que adequar a nossa pasta ao atual sistema financeiro e já amanhã vamos ter uma reunião com o sindicato para, juntos, discutirmos as saídas”, disse Fábio Teixeira.

Ele também lembrou que o município de São Vicente Ferrer tem pagado diversos débitos da gestão anterior e que, inclusive, a gestão atual foi a única a entrar e pagar os débitos de 2016 nos primeiros meses. Fábio ainda ressaltou que esse dinheiro todo deveria está em caixa do município para não comprometer esse pagamento e que os recursos do ano passado foram superiores a deste ano.

Folha de SJB

3 Comments

  1. O secretário só não se lembra que a gestão passada deixou débito sim,mas que o dinheiro ficou bloqueado pela justiça pra esse fim….E até agora não vimos o cumprimento do acordo q ele fez com a classe,visto que ele não pagou o terço de férias q prometeu pagar em julho e não pagou também o referente ao nosso difícil acesso (q desde o começo do ano estamos esperando…)…ÓtimA gestão ?????????Quem não sabe é como quem não ver…

    • O secretário só não se lembra que a gestão passada deixou débito sim,mas que o dinheiro ficou bloqueado pela justiça pra esse fim….E até agora não vimos o cumprimento do acordo q ele fez com a classe,visto que ele não pagou o terço de férias q prometeu pagar em julho e não pagou também o referente ao nosso difícil acesso (q desde o começo do ano estamos esperando…)…ÓtimA gestão ?????????Quem não sabe é como quem não ver…

  2. Josinete, mas nao foi com esse recurso q a propria justiça pagou a vcs o mes de Novembro e o décimo terceiro logo no inicio de janeiro?
    O que a gestao atual teve acesso nao foi os 15% que saiu ja em janeiro de 2017 q ela mesmo pagou dezembro de forma parcelada?
    Como ainda ter dinheiro em caixa?
    Se eu estiver mal informado, por favor me deixe atualizado!

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.