Reportagens voltam a colocar Diego Figueiredo, de São Vicente, em esquema envolvendo deputado

Uma série de denúncias voltaram a colocar o possível candidato a prefeito de São Vicente Ferrer, Diego Figueiredo, em um suposto esquema envolvendo locadoras, agiotas e um deputado federal. As denúncias foram publicadas pelo jornalista Maldine Vieira e repercutiram na imprensa estadual. Na próxima semana, outras matérias devem ser publicadas e devem colocar, ainda mais, o vicentino no centro do suposto esquema.

Diego Figueiredo durante uma de suas ações sociais em São Vicente

Segundo as informações, Diego Figueiredo está sendo acusado de ser laranja do deputado federal Junior Lourenço, que ele apoiou em São Vicente Ferrer e se colocava até meses atrás como pré-candidato a prefeito do município, inclusive chegando a fazer vários sorteios e ações sociais para alavancar seu nome. Segundo a série de reportagens, Junior Lourenço teria usado um esquema para conseguir recursos para sua campanha, usando as locadoras e os irmãos Thiago e Diego Freitas Figueiredo, além do suposto agiota Josival Cavalcanti da Silva, o ‘Pacovan’.

O esquema, ainda segundo o material publicado, funcionava assim: Diego Figueiredo alugava carros em locadoras no próprio nome e em nome de terceiros, e assim que estava de posse dos veículos entrava em contato com o agiota Pacovan para deixar os carros em troca de quantias em dinheiro. Duas locadoras teriam sofrido o golpe, a LocaSempre Rent a Car e a Localiza, localizadas em São Luis e que, segundo a reportagem, tiveram juntas cerca de 7 carros deixados de maneira criminosa na posse do agiota Josival Cavalcanti.

Numa segunda denúncia, o jornalista diz que depois de resgatar três carros na mão do agiota Josival Cavalcanti, o Pacovan, com ajuda de um aparato policial, o dono da locadora Locasempre Rent a Car, protestou o nome do motorista do deputado federal Júnior Lourenço, Diego Figueiredo, em R$ 65 mil. ‘O empresário cobra ainda dívidas de aproximadamente R$ 7 mil referentes a várias multas adquiridas quando os veículos estavam na mão do agiota e que o valor de R$ 65 mil corresponde as diárias dos carros de quando ficaram sob responsabilidade de Diego Figueiredo’, comenta a reportagem. Vejam AQUI e AQUI as matérias na íntegra.

Diego Figueiredo rebate e diz que são mentirosas as informações

O Blog do Jailson Mendes procurou o acusado Diego Figueiredo. Por telefone e por rede social, o aliado de Junior Lourenço diz que é inocente e que são mentirosas as informações publicadas na reportagem. Ele também informou que não existem investigações contra ele.

Ainda segundo Diego Figueiredo, todos os veículos já foram entregues aos devidos donos e que não há nenhuma irregularidade envolvendo seu nome. Por fim, ele disse também que está sendo vítima de extorsão e que está tomando todas as medidas legais.

5 respostas para “Reportagens voltam a colocar Diego Figueiredo, de São Vicente, em esquema envolvendo deputado”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *