Professores, alunos e sindicalistas realizam paralisação em São João Batista e cobram melhorias nas escolas

Professores, alunos e pais se reuniram hoje, 15, na sede do Sindicato dos Professores Públicos de São João Batista para aderir à greve nacional contra o desmonte na educação do país. O movimento também foi para cobrar melhorias na Rede Estadual de Ensino.

O movimento, encabeçado pelo SindProf, também foi para cobrar mais professores para algumas disciplinas, merenda todos os dias, transporte escolar adequado e cumprimento dos horários, dentre outros problemas da Rede Estadual. A paralisação também é em protesto pelos cortes de verbas para educação, anunciados pelo MEC, e contra a reforma da Previdência.

Uma das revindicações é a votação contra a PEC da reforma da Previdência do governo de Jair Bolsonaro (PSL), que tem como objetivo destruir a aposentadoria do povo brasileiro, em especial a das trabalhadoras e a dos trabalhadores da educação.

A PEC acaba com a aposentadoria por tempo de contribuição e institui a obrigatoriedade da idade mínima de 65 anos para homens e 62 para mulheres, aumenta o tempo mínimo de contribuição de 15 para 20 anos e altera as regras especiais de trabalhadores e trabalhadoras rurais e professores.

O corte nos investimentos do Ensino Superior também são alvos das manifestações em todo o Brasil. Segundo dados levantados pela Consultoria de Orçamento da Câmara dos Deputados, o congelamento de recursos do Ministério da Educação e Cultura (MEC) compromete R$ 2,1 bilhões nas universidades e R$ 860,4 milhões dos Institutos Federais. Mesmo a educação básica, apontada como prioridade por Bolsonaro durante a campanha eleitoral, sofreu um corte de R$ 914 milhões.

5 respostas para “Professores, alunos e sindicalistas realizam paralisação em São João Batista e cobram melhorias nas escolas”

    1. Eu estou é com aulas extras de tanto dar aulas no horário dos professores que ainda não há para muitas disciplinas. Isso outros problemas que eu, alguns pais e alguns alunos estavam reivindicando e aproveitamos a Paralisação que aconteceu em todo Brasil. Infelizmente não deu um quantitativo suficiente para ir para a rua, mas essa era a nossa intenção.

      1. Eu estou é com aulas extras de tanto dar aulas no horário dos professores que ainda não há para muitas disciplinas. Isso outros problemas que eu, alguns pais e alguns alunos estavam reivindicando e aproveitamos a Paralisação que aconteceu em todo Brasil. Infelizmente não deu um quantitativo suficiente para ir para a rua, mas essa era a nossa intenção. Você pode confirmar essas informações, indo lá na escola.

  1. Melhoria na rede estadual tem que ser cobrada é do governo comunista Flávio Dino que tanto alardeia que a educação no estado vai muito bem.E então? Senhores Sindicalistas?

Deixe uma resposta para NILA Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *