População de Cajapió vai às ruas contra a reforma da previdência, proposta pelo Governo Federal; vejam as fotos

A população de Cajapió, na Baixada Maranhense, foi às ruas contra a Reforma da Previdência, proposta pelo Governo Federal e liderada pelo presidente Jair Bolsonaro. A manifestação foi realizada hoje manhã, 22, em todo o Brasil.

O Dia Nacional de Luta foi convocado pelas centrais sindicais e movimentos sociais em todo o país e em Cajapió foi organizando pelo Núcleo do Sinproesemma em parceria com o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais.

Segundo as informações, participaram professores, trabalhadores rurais, agentes de saúde, pescadores, aposentados e outras categorias, que devem ser atingidas pela reforma que tramita no Congresso Nacional. Uma caminha foi realizada da sede do STTR e foi até a Praça da Matriz do município.

Se aprovada no Congresso Nacional, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC 06/2019) vai dificultar concessão da aposentadoria. Milhares de trabalhadores não conseguirão se aposentar e muitos se aposentarão com benefícios de menos de um salário mínimo. E os que já estão aposentados terão o valor dos benefícios achatados.

A proposta impõe a obrigatoriedade da idade mínima de 65 anos (homens) e 62 anos (mulheres) se aposentarem, aumenta o tempo de contribuição de 15 para 20 anos para receber benefício parcial e acaba com a vinculação entre os benefícios previdenciários e o salário mínimo. Isso significa que os reajustes dos aposentados serão menores do que os reajustes dos salários mínimos.

E mais: a reforma de Bolsonaro prevê que a idade mínima aumentará a cada quatro anos a partir de 2024. Ou seja, a regra para que um trabalhador possa se aposentar no futuro poderá ficar ainda pior. Segundo a Central Única dos Trabalhadores (CUT), foram agendados atos, panfletagens e outras ações nos 26 estados e no Distrito Federal. Das 78 cidades que organizaram atividades para o dia de luta em defesa da aposentadoria, 26 são capitais e 51 são cidades das regiões metropolitanas ou no interior dos estados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *