Publicidade

Município de São Vicente Ferrer adere ao projeto ‘Maranhão na prevenção às drogas’

| 0 comentários

Aconteceu na tarde da última segunda-feira, 14, na Escola Ana Motta, localizada na rodovia MA-014, o lançamento da campanha “Maranhão na prevenção às drogas” em São Vicente Férrer. O projeto tem como objetivo propor medidas e ações que visem à prevenção do uso indevido de drogas, além do cuidado, tratamento e reinserção social dos usuários e dependentes. Até o momento, 60 municípios maranhenses já aderiram à campanha.

A campanha é realizada por uma parceria entre instituições que compõem o Comitê Estadual de Prevenção às Drogas, composto pelo Ministério Público do Maranhão, Poder Judiciário Estadual, Poder Legislativo e Polícia Rodoviária Federal, com o apoio do Governo do Maranhão e Federação dos Municípios. Por meio da ação coordenada entre as instituições, o grupo objetiva desenvolver políticas públicas sobre combate e prevenção às drogas no Maranhão, incentivando a criação de fóruns, conselhos, serviços de prevenção, tratamento e acolhimento dos usuários. O público-alvo da campanha é de adolescentes e jovens de 12 a 29 anos.

Na apresentação do projeto, o Ministério Público do Maranhão foi representado pela promotora de justiça Alessandra Darub Alves. Também participaram, entre outras autoridades, os juízes Júlio Prazeres (juiz auxiliar da presidência do Tribunal de Justiça) e Bruno Pinheiro, a prefeita do município, Conceição de Maria Pereira Castro, o presidente da Câmara Municipal, Jailson Ferreira e a presidente do Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas, Lucilene de Fátima Pereira Rodrigues.

A questão das drogas e seus males já está sendo trabalhada como tema transversal na rede de ensino do município. Também estão sendo apresentados filmes e documentários aos estudantes. Além disso, o Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas está visitando as escolas, nas quais está incentivando a formação e eleição dos conselhos escolares.

NÚMEROS

De acordo com pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) junto a estudantes concludentes do 9° ano em escolas públicas e privadas de todo o país, o percentual de jovens que usaram drogas ilícitas subiu de 7,3% para 9% entre 2012 e 2015. Já a taxa dos que consumiram álcool subiu de 50,3% para 55,5% no mesmo período.

Folha de SJB

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.