Lojista usa tribuna da Câmara de Vereadores para protestar contra decretos que fecharam comércios não essenciais em São João Batista

A lojista e professora Josy Soares usou a tribuna da Câmara de Vereadores de São João Batista ontem, 20, para protestar contra os decretos do prefeito João Dominici que fecharam os comércios não essenciais em todo o município. A medida foi por conta da pandemia provocada pelo Coronavírus.

Segundo ela, o gestor deveria aumentar as medidas contra a pandemia em outros estabelecimentos como lotéricas e supermercados que, nas palavras delas, podem servir como disseminadores do vírus e que ‘o que não é essencial para o governo é essencial para ela’. Em um vídeo encaminhado ao Blog do Jailson Mendes, e confirmada pela empresária, o motivo dela ao usar a tribuna livre é explicar seu posicionamento e pedir soluções após os decretos do prefeito.

“São vários decretos, mandam simplesmente você fechar e não te dão garantias. O não essencial para eles é essencial para mim, questão de sobrevivência. A loja é minha única fonte de renda, é dela que tiro o sustento da minha família. Fui perguntar se mandam eu fechar como vou sobreviver, como sustentarei meus filhos”, explicou a lojista dizendo que os decretos anteriores já trouxeram inúmeros prejuízos à eles.

Ainda segundo Josy Soares, os grandes disseminadores do vírus não são os estabelecimentos ditos como não essenciais. “Expliquei que os grandes disseminadores do vírus não são os não essenciais, por que fechar? Não era mais prático conscientização, lotérica lotada, supermercado lotado, o vírus é seletivo ? Só pega em comércios não essenciais? Estou lutando pelo sustento da minha família”, afirmou.

Por fim, ela afirmou que toma todas as medidas impostas pelas autoridades de saúde como uso de máscaras, álcool em gel e mantém o distanciamento obrigatória. “O prefeito pode baixar o decreto, foi lhe dado esse poder de decisão pelo STF. Só que eu enquanto cidadã tenho o direito ao trabalho, a prover o sustento da minha família”, concluiu.

Outro lado

Em conversa com o Blog do Jailson Mendes, o presidente da Câmara de Vereadores, vereador Cabeça, disse que os parlamentares acordaram de que irão conversar com o gestor e se manifestou a favor da reabertura do comércio, desde que todos sigam as orientações das autoridades de saúde, a partir de segunda-feira.

A procuradora do município, Ghirlayne Ferreira, disse ao blog que ela conversou com a empresária e que vai aguardar os novos boletins para discutir a possível flexibilização do comércio a partir da próxima semana, mas que a gestão não tem intenção em prejudicar o comércio local e que todas as medidas foram tomadas no sentido de amenizar os impactos da pandemia.

16 respostas para “Lojista usa tribuna da Câmara de Vereadores para protestar contra decretos que fecharam comércios não essenciais em São João Batista”

  1. Os argumentos usados pela Josy estão perfeitos. Manoel de Gentil pode abrir e ela não pode? Que contradição hein senhor prefeito?

  2. Nós enquanto comerciantes fizemos um grupo de Whatsapp para falar com a senhora procuradora e o sub. Procurador do município, mas o que nos foi dito por eles é que não haveria possibilidade de reaver esse decreto, pois, acho muito injusto td isso sabemos da gravidade da situação em que estamos passando por conta desse viros mas também as autoridades precisam entender que se não trabalharmos iremos passar fome, concordo plenamente com vc Josy que da forma que eles estão colocando até parece que nossas lojas é que são ameaças a disseminação desse viros, enquanto que os comércios “essenciais” estão lotados. A lotérica nem falamos mais.

    1. Em uma cidade onde no poder executivo o prefeito é de fachada e quem manda e determina tudo é um homem julgado e condenado pela justiça por desvio de dinheiro público; no poder legislativo, vereadorés q não sabem ou fingem q não sabem qual o seu papel e se limitam a servir apenas pra empregar familiares na prefeitura e no poder judiciário uma injustiça descabida, o mínimo que se deve apontar é um alvará de funcionamento de um pequeno comércio para uma família sobreviver. Se tá tudo errado para quem era pra dar exemplo, vai exigir de quem não tem nenhuma referência correta a seguir? Muita falta de bom senso.

      1. E olha que em um dos processos desse cara, como diz o RAIMUNDINHO emprenhado por por SAO João Batista, pois seu MECINHO como um dos principais rivais do DUDU PERVERLCIDADE, COMO DIZ O PRENHA, pois quem não se lembra que em 2016 o MECINHO serviu de testemunha de defesa em um dos processos do DUDU PERVERCIDADE, justamente pra tentar pegar o apoio da FAMÍLIA DO CRUZEIRO, tudo farinha do mesmo saco.

    2. Corretíssimo, está mais que certa, enquantos muitos falam e ficam de braços cruzados esperando a morte por passar fome, essa aí tá lutando por seu sustento e de sua família, tiro o chapéu pra pessoas letradas que nem ela, e tenho pena daqueles que a criticam, creio ser pura inveja, quero a liberdade de repostar esse maravilhoso vídeo.

  3. Muito pertinente a fala da Josy Soares.
    Não acredito q seja mídia q minha conterrânea precisa. Mas uso direito legítimo e legal de usar a tribuna de uma casa pública para reivindicar direitos essenciais.
    Lamento, sim que alguns por interesses pessoais a critiquem por ter falado com os decretos que tem evidenciado uma medida impensada de pessoas que esquecem até de assinar um decreto, que é documento público.

  4. Corretíssimaaaaaa. O prefeito e os vereadores q tem seus salários assegurados independente de qualquer coisa estão poucos preocupados com o sustento da família dela e de tantas outras da cidade. Sou professor, mas imagino os q os pequenos empresários devem está sofrendo com a falta de gestão desses nossos representantes. Muito triste!

  5. Se toda a população tomasse essa atitude a situação em São João talvez seria outra. Tudo errado nesse momento de Pandemia aqui na nossa cidade, a começar pelo prefeito q sumiu daqui.

  6. Muito corajosa e admirável a atitude dessa moça. Isso é ser cidadão. Não só saber esperar, mas saber também reivindicar seus direitos.Parabens

  7. Corretíssimo, está mais que certa, enquantos muitos falam e ficam de braços cruzados esperando a morte por passar fome, essa aí tá lutando por seu sustento e de sua família, tiro o chapéu pra pessoas letradas que nem ela, e tenho pena daqueles que a criticam, creio ser pura inveja, quero a liberdade de repostar esse maravilhoso vídeo.

  8. Eu vi esse vídeo em vários grupos e vim aqui dar os parabéns pra essa grande mulher, guerreira, corajosa, e invejada por muitos, parabéns, professora, precisamos de pessoas assim para nos representar, com caráter e ousadia, de covardes o mundo ta cheio….. Parabéns

  9. Bem se vê a fala dela alinhada à fala bolsonarista: “prefiro morrer de coronavirus à morrer de fome”. Que pessoa sem noção. Dá até nojo. Pede o auxílio emergencial do seu presidente, foi pra isso que foi criado esse auxílio. Lembre que ele queria dar 200 reais mas, após pressão do congresso, o valor chegou a 600. O país todo está com comércio não essencial fechado devido à essa terrível pandemia e só essa coisa que acha que o dela tem que ser aberto. Nojo desse tipo de gente escrota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *