Filho de joaninos é aprovado em tese de doutorado na Universidade de Aveiro, em Portugal

| 0 comentários

Nesta terça-feira (05), foi realizada a defesa de doutorado de José Eduardo Costa de Freitas, em Biologia e Ecologia das Alterações Globais. Ele foi o segundo doutor formado por meio do convênio bipartido firmado entre a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), a Universidade de Aveiro (UA) e a Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (FUNDECT).

José Eduardo tem raízes na Baixada Maranhense é filho de Ivonete Cutrim Costa e Políbio Marques de Freitas, naturais da cidade de São João Batista. Ele nasceu em São Luis e é neto de Zé Piché.  José Eduardo defendeu a tese “Efeito de diferentes cenários tróficos e ambientais no ciclo de vida de camarões palaemonídeos (Macrobrachium e Palaemon)”, sob a  orientação do Dr. Ricardo Calado, investigador principal e vice-diretor do departamento de biologia & CESAM & ECOMARE da Universidade de Aveiro, especialista em Crescimento Azul Sustentável. Também teve como co-orientador o Dr. Fernando Ricardo, especialista em Assinaturas Bioquímicas e Geoquímicas, da UA, e da Drª Liliam Hayd, especialista da UEMS, em Aquicultura.

O intercâmbio de conhecimentos entre a Universidade de Aveiro e a UEMS  durou três anos. “Para mim, esta experiência foi um upgrade na minha carreira científica. Tive a oportunidade de ser orientado por um dos pesquisadores mais importantes a nível mundial na área de aquicultura e desenvolvimento sustentável. Por meio do convênio da UEMS, FUNDECT e UA tive a oportunidade de vivenciar um ambiente acadêmico altamente qualificado onde eu tive uma qualificação de saber científico”, destacou José Eduardo Freitas.

O trabalho de doutorado gerou informações científicas sobre os conhecimentos nutricionais, reprodutivos e desenvolvimento parental larval para o camarão do Pantanal (Macrobrachium pantanalense). Também foram realizadas pesquisas de desenvolvimento larval e mitigação territorial com o camarão da Amazônia (Macrobrachiumamazonicum) e estudos de crescimento compensatório larval e de juvenis com o camarão Palaemon varians, espécie presente na costa litorânea de Portugal.

Folha de SJB

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.