Em nota, vereador Manoel Rocha rebate informações sobre agressão a médico em São Vicente Ferrer

| 8 Comentários

Ontem por volta de meio dia eu estava em um velório no povoado de Aningas, quando um familiar da falecida passou mal e desmaiou eles pediram para eu prestar socorro não sei o nome nem conheço a pessoa a quem recorri. Chegando no hospital o maqueiro o recebeu e levou-o para o atendimento. Até onde eu sei o médico Dr. Davi não estava em nenhum procedimento e atendeu prontamente o paciente.

No momento que cheguei no hospital tinha algumas pessoas conhecidas na parte de fora do hospital com quem fiquei conversando, afinal eu já havia cumprido meu dever. Alguns minutos depois passou uma pessoa por mim e disse que o paciente que eu trazido estava morrendo aí eu entrei até a enfermaria e percebi que o senhor passava muito mal, na oportunidade uma técnica de enfermagem fazia massagem tentando reanimar, então perguntei a ela porque não chamava o médico ela respondeu que ele estava no almoço eu fui até o corredor do hospital encontrei outra técnica de enfermagem e pedir para chamar o médico que aquele paciente passava mal ela também me respondeu que o médico estava almoçando.

Diante daquela situação que eu achava muito grave fui eu mesmo falar com o doutor. Na verdade ele já havia almoçado e estava deitado no apartamento. agora vem o desentendimento. Eu falei Dr. aquele paciente está passando mal acho que ele tá infartando, ele levantou e gritando falou INFARTANDO NADA TU É MÉDICO? eu respondi também no mesmo tom de voz MEDICO É SENHOR SE EU FOSSE MÉDICO NÃO VINHA LHE CHAMAR. eu saí do local e ele também saiu imediatamente para atender o paciente nós dois calados.

Antes dele entrar na enfermaria eu já me dirigindo para saída ele falou novamente em tom de voz alta VOCÊ NÃO PODE ME CHAMAR QUEM TEM QUE ME CHAMAR O A ENFERMEIRA eu respondi no mesmo tom MAS ELES NÃO LHE CHAMARAM E FUI LHE CHAMAR PORQUE O SENHOR NÃO ESTAVA NO LOCAL QUE DEVERIA ESTAR ele pediu para eu respeitar ele pois ele não me conhecia eu também pedir para ele me respeitar pois eu também não o conhecia.

Só isso nem uma palavra a mais nem da minha parte nem do médico.

Manoel Rocha, vereador por São Vicente Ferrer

8 Comments

  1. Não duvido que isso possa ser verdade, outro dia fui no hospital de São Vicente uma recepcionista , estava sentada do lado de fora , precisava ser atendido caso de emergência, e a recepcionista totalmente se achando mandou eu me locomover até a frente do hospital pra falar com ela, porque a fulana não podia se levantar pra me atender . Isso é um tremendo descaso , e acho que a prefeitura deveria avaliar quem são os funcionários que preenche os cargos , nem todo mundo é qualificado pra ser recepcionista de um local , principalmente de um hospital, porque educação e profissionalismo faltou muito pra aquela garota .

  2. E a informação que me foi passada por ela , com um tom de arrogância , que o medico estava na sala de descanso e que não iria me atender , deu a ordem pra ninguem chamar ele, so se fosse algo muito grave , isso em plena 13:00 da tarde. Muito descaso, pensam que o fato de sermos interiorano , nus faz ser burros ou idiotas a ponto de não sabermos os nossos direitos.

  3. Não estava lá e não conheço nenhum dos dois. Mas creio que o vereador Manoel fala a verdade, neste país de merda, quem exige direito é errado, quem ocupa um cargo que humilhar… Um exemplo bem claro disso é a pessoa eleita para prefeito, foi eleito para ser funcionário/ mordomo do povo, é tudo que faz é gastar o dinheiro do povo, colocar pra trabalhar e não pagar, é se o povo cobra o que lhe é de direito ainda é humilhado. País de merda esse Brasil. Por que não digo meu nome? É simples… Não tenho o direito :(.

  4. Acredito q possa ser verdade mesmo….pois nesse hospital já passei por vários frustações…iclusive na recepção.Essas garotas q parecem ser contratadas ficam lá se achando d+…ñ sabem dar um bom atendimento,previlegiam as coleguinhas,passando por qm estå na vez…..digo isso porq já aconteceu várias vzes comigo….sem falar q elas esquecem q estão num ambiente de trabalho e ñ numa balada …pois um fardamento menos chamativo eh fundamental numa área onde se trata d saúde

  5. Ainda eh preciso conscientizar médicos q eles são funcionàrios tambm…hoje em dia observo a atuação desses profissionais num hospital…se acham…mandam e desmandam,ñ cumprem horários e ainda tratam o povo mal….Um certo médico já falecido desse hospital um certo dia quase dá um fim na vida da minha irmã….eu fiquei maluca ….qualquer um fica diante da indiferença de um médico para com seu parente doente….mas doutor davi eh um bom profissional…lamentável o ocorrido….melhoras a ele.

  6. ATÉ HOJE ALGUNS MÉDICOS TEM RAIVA DO PT SÓ POR QUE TROUXE MÉDICOS DE CUBA, QUE TRATAM BEM O POVO SEM SABER BEM A LÍNGUA PORTUGUESA.
    EM SÃO VICENTE FÉRRER, CERTA VEZ NÃO FUI ATENDIDO SÓ PORQUE TINHA UMA CAMISA DE UMA ESCOLA DE SÃO VICENTE FÉRRER. FOI PRECISO CHAMAR O SECRETARIO DE SAÚDE DA ÉPOCA. ERA A ATENDENTE QUE FEZ TAL PROUBIÇÂO, TALVEZ TINHA RECEBIDO ORDEM PARA TAL. TINHA UM CERTO MÉDICO QUE IA DORMIR NO HOSPITAL AOS DOMINGOS E HOJE É PREFEITO NUMA CIDADE DO MARANHÃO.
    CAROS VICENTINOS E BRASILEIROS , A SITUAÇÃO DOS POBRES SÓ TENDE A PIORAR, COM MENOS DINHEIRO PARA OS SERVIÇOS PÚBLICOS,E O AUMENTO DA CORRUPÇÃO MESMO EM TEMPO DE LAVA – JATO, PANELEIROS CALADOS, PATO AMARELO GUARDADO.
    A CONCLUSÃO VOCÊ JÁ TEM.

  7. O ex tesoureiro e presidente da CPL de Maria Raimunda quer ser chave inglesa e acha que por ser vereador pode mandar e desmandar em tudo e em todos.

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.