Em nota, Semed desmente deputada Mical Damasceno sobre denúncia de intolerância religiosa em Arari

O Blog do Jailson Mendes recebeu uma nota da Secretaria Municipal de Educação da cidade de Arari, desmentindo as declarações da deputada estadual Mical Damasceno. O documento é assinado pelo secretário de educação, Marcelo Sousa Santana e diz que não existe perseguição à alunos e rebateu a parlamentar.

Titular da Semed ao lado do prefeito de Arari, Djalma Melo

Ontem, 29, o blog reproduziu uma matéria que saiu no site da Assembleia Legislativa do Maranhão sobre a denúncia da deputada que comunicou que alunos de Arari estavam sendo obrigados a colocar em provas que a Igreja Católica ‘é a unica e verdadeira’ e que líderes da Assembleia de Deus estavam sendo perseguidos.

O caso, segundo a deputada, aconteceu no povoado Manoel João, região historicamente marcada por conflitos religiosas. Após a veiculação da matéria (Reveja AQUI) diversas pessoas se manifestaram e criticaram a postura de Mical Damasceno.

No mesmo sentido, o professor da Rede Pública Municipal de Ensino de Arari, Cleilson Fernandes, repudiou as declarações de Mical, a quem chamou de desinformada e que a parlamentar deu um tiro no pé ao fazer coisas que sempre criticou. Veja AQUI a opinião do professor.

Vejam a nota da secretaria.

Uma resposta para “Em nota, Semed desmente deputada Mical Damasceno sobre denúncia de intolerância religiosa em Arari”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *