Em nota, Mecinho destaca vida pública da professora Creusa Jacinto: ‘Dia de emoções fragilizadas’

O blog recebeu uma mensagem do ex-vereador Mecinho, que falou sobre a vida pública da professora Creusa Jacinto, que morreu hoje pela madrugada, em São Luis. A professora é considerada uma das pessoas que mais contribuiu para a educação de São João Batista. Confiram…

Professora Creusa Jacinto

Dia de emoções fragilizadas…

Ironicamente, na sequência do dia Dia dos Professores, São João Batista despertou fragilizado pela partida de um de seus grandes ícones: a professora Maria Creusa da Silva Santos Jacinto. Natural do município de Araioses (PI), viveu sua infância na cidade de Caxias onde morava com o tio padrinho Donato o qual a pôs para estudar em Campo Grande (PI), onde fez o curso Normalista.

Migrou para São João Batista durante a gestão do então prefeito Aquiles Santos Jacinto que se tornaria sogro da mesma. Mesmo não sendo natural desta cidade, a escolheu e adotou como se fosse sua própria terra natal. Para cá veio, enamorou-se por Adalmerico Araujo Santos Jacinto( Mequinho) com o qual constituiu família e teve quatro filhos( Cleana, Daniela, Daniel, Fernando e adotou o sobrinho Neto) Consolidou próspera carreira profissional no Magistério.

Foi uma das primeiras professoras do Grupo Escolar “Estado de Santa Catarina” , primeira escola estadual de São João Batista, foi uma das fundadoras da histórica Escola Normal Ginasial ” José Maria da Araujo”, depois Escola Cenecista, foi professora e diretora do Grupo Escolar ” Acrisio Figueiredo” e assumiu a Secretaria Municipal de Educação durante duas gestões. Foi ainda uma das fundadoras do Colégio “Ateniense”, hoje Unidade Integrada “Ateniense”. Graduou-se em Pedagogia em 98 pela Universidade Estadual do Maranhao.

De origem católica, viveu suas últimas décadas dedicada a pregação do Santo Evangelho como membro da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil. Toda sua trajetória foi uma consagração sacerdotal a mais digna e ilustre das profissões: A Educação.

Muito além de gratidão, somos consciente de que devemos grande parte da formação educacional e profissional de nossa gente a está tão brava e destemida mulher professora que com determinação e compromisso profissional conseguiu superar numerosas adversidades e, assim, consolidou um trabalho calcado na construção de uma sociedade edificada sobre os pilares da educação e do conhecimento.

Jamais esqueceremos de sua postura firme, de sua conduta equilibrada, segura e fina. Nossa gratidão, nosso reconhecimento e apreço por toda a doação a nossa gente. Imbuídos pelos mesmos sentimentos de solidariedade também nos congratulamos à família Campos Corrêa pela partida do amigo Ricardo Corrêa pai das professoras Neide e Nilde.

Nosso carinho e solidariedade a família Silva Santos Jacinto.

Mecinho, família e amigos

6 respostas para “Em nota, Mecinho destaca vida pública da professora Creusa Jacinto: ‘Dia de emoções fragilizadas’”

  1. Estimada e querida professora Creusa. Todos nós temos sempre algo a ensinar e a aprender, mas algumas pessoas nasceram para deixar uma marca forte nos outros, algumas pessoas vieram ao mundo com o dom de, através da sua perspicácia, transmitirem pensamentos e ensinamentos que jamais podem ser esquecidos. Você foi definitivamente uma dessas pessoas, e, agora que sua vida chegou ao fim, não há como não sentir um vazio, uma dor inexplicável. Que perda terrível para todos nós!
    Seu jeito único de ajudar os outros a crescer, sua forma muito especial de transmitir valores, o entusiasmo que demonstrava pela sua função de educadora são virtudes que dificilmente se encontram nos dias de hoje. A minha gratidão não tem limites pela experiência de aprendizagem que você me proporcionou, e eu levarei comigo para sempre cada palavra debitada pela sua boca. Vai com Deus. São João Batista nunca mais será o mesmo com sua partida.

    1. Inoportuno um comentário desse, fazendo política rasteira toda hora, por isso é um fracassado politicamente, não decola nem com os poderes de Grascicow, viu He Man

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *