Em artigo, ex-governador Zé Reinaldo cita Cajapió como referência e município comandará articulação da OBA na Baixada

O ex-governador do estado, José Reinaldo Tavares, em seu artigo semanal no jornal O Imparcial, destacou a cidade de Cajapió como referência pela sua participação na 22ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), realizada anualmente pela Sociedade Astronômica Brasileira e da Agência Espacial Brasileira, vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia.

Zé Reinaldo ao lado da vice e o do secretário de educação de Cajapió

O município, através da escola ‘José Caetano Vaz’, conquistou 12 medalhas, sendo 7 de ouro, na última edição. “Um fato e tanto, digno de aplausos. Estão de parabéns o prefeito Marcone Pinheiro, o secretário Mosart Soares, diretores, professores, gestores e, principalmente, os alunos que mostraram um grande interesse por assunto tão importante para o futuro”, comentou o ex-governador em seu artigo.

Ontem, o secretário de educação de Cajapió, Mosart Soares, e a vice-prefeita, Ana Silva, estiveram reunidos com o ex-governador e ex-deputado, em São Luis. O motivo é a articulação que a cidade fará nos próximos anos na Baixada Maranhense para que outros municípios possam participar, além de discutirem novos incentivos na área de Astronomia.

José Reinaldo foi membro da comissão que possibilitou a reativação da Base de Lançamento de Alcântara, abriu portas junta a CLA (Centro de Lançamento de Alcântara) através de um convite feito ao Astrônomo e professor Coronel Carnevale, para fazer parte da cerimônia de Lançamento das Olimpíadas em Cajapió ano 2020. O convite será formalizado pelo prefeito Dr. Marcone e pelo secretário Mosart Soares.

A olimpíada

Mais de 800 mil estudantes brasileiros do ensino fundamental e médio participaram da 22ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). A prova foi aplicada em todo o território nacional e contou com a participação de quase 18 mil escolas cadastradas.

A Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica é coordenada por uma comissão formada por membros da Sociedade Astronômica Brasileira e da Agência Espacial Brasileira. Há, ainda no âmbito da competição, um outro evento que tem empolgado os estudantes: a Mostra Brasileira de Foguetes, a MOBFOG.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *