Documentos mostram que nome de Chiquinho Gomes não aparece em denúncia de assédio moral na prefeitura de Viana

Documentos encaminhados ao Blog do Jailson Mendes mostram que o nome de Francisco Xavier Azevedo Gomes Junior, conhecido popularmente como Chiquinho Gomes, não aparece na lista de possíveis investigados pelo Ministério Público do Trabalho em denúncias de assédio moral na Prefeitura de Viana, notadamente na Secretaria de Obras e Infraestrutura do Governo Magrado Barros.

Documentos foram encaminhados também à Chiquinho Gomes

Na semana passada, o blog e outros sites divulgaram um documento chamado ‘Ordem de Serviço’ encaminhado pelos advogados e procuradores da Prefeitura de Viana recomendando que o funcionário pare de assediar seus subordinados (Reveja AQUI). O documento foi em nome dos procuradores Hilberth Lobo e Rachel Ribeiro, que disseram estarem cumprindo uma recomendação do MPT.

Porém, no termo de declaração que originou a denúncia de assédio não consta o nome de Chiquinho Gomes e sim os nomes do secretário conhecido como ‘Branco’ e de uma fiscal, identificada como ‘Cici’. As denúncias, segundo os documentos, originaram após vários garis e outros funcionários serem nomeados para trabalhar na eleição de 2018 pela Justiça Eleitoral e serem, segundo os documentos, humilhados pelos funcionários da Secretaria de Obras e Infraestrutura.

Além dos assédios, os trabalhadores também reclamaram ao Ministério Público do Trabalho a falta de calendário de pagamento, falta de fardamento e que quando há feriados as faltas são contabilizadas pela fiscal identificada como Gracilene Belfort. Uma fonte que enviou os documentos ao Blog do Jailson Mendes disse que a ‘ordem de serviço’ enviada com o nome de Francisco Xavier Azevedo Gomes Junior foi montada e trata-se de perseguição política.

Chiquinho Gomes foi nomeado pelo prefeito Magrado Barros como um dos assessores da Secretaria de Obras e Infraestrutura e também já foi secretário de Obras, em outra administração e é pai da vereadora Lauryfrançy Gomes e irmão do vereador Esta semana, o blog recebeu a ligação do irmão do ex-secretário, Jefferson Gomes, que é atual vereador na cidade de Viana e da Base Governista.

Ele defendeu seu irmão e que reafirmou que ele não está na lista de pessoas investigadas pelo Ministério Público. Ele encaminhou certidões negativas de débitos trabalhistas e de dívida ativa do irmão, reafirmando não ser ele objetivo de investigações.

Vejam os documentos que originaram a denúncia do Ministério Público do Trabalho…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *