Conferência discute financiamento e participação na política de Assistência Social em Cajapió

O Conselho Municipal de Assistência Social, com apoio da prefeitura e da Secretaria de Assistência Social, realizou nesta terça-feira, a IX Conferência Municipal de Assistência Social. O evento aconteceu no anexo da escola Denizard Almeida e reuniu profissionais e diversos movimentos do município.

Conferência foi realizada em Cajapió

O tema deste ano foi “Assistência Social: direito do povo, com financiamento público e participação social’. O evento foi acompanhado por vereadores e secretários municipais como Mário Filho e Marinalda Pedrosa, que é a titular da Secretaria de Assistência Social; da presidente do CMAS, Paula Andrade, além de representantes do Conselho Estadual de Assistência Social.

Além disso, o evento reuniu usuários, trabalhadores, entidades, gestores, ativistas, pesquisadores, movimentos sociais, entre outros. Diante da revogação do Governo Federal diante das convocações do Conselho Nacional de Assistência Social, instituições e movimentos sociais convocaram a Conferência Nacional Democrática de Assistência Social, como forma de garantir um espaço amplo e plural para construir novas estratégias que visam enfrentar os atuais desafios da Assistência Social como política pública.

Segundo a secretária, a conferência oportunizou um debate abrangente, capaz de acolher todas as questões que afetam o SUAS e sua capacidade de garantir proteção como responsabilidade pública. “A conferência se torna um espaço democrático e permite que tenhamos um olhar mais sensível sobre as desproteções geradas pela desigualdade social.e teve como objetivo elaborar propostas para serem implementadas na área de Assistência Social”, comentou.

Além disso, a conferência é foi momento em que toda sociedade civil de Cajapió e usuários(a) do SUAS, tiveram a oportunidade de reconhecer e compreender o estágio atual da Politica de Assistência Social no Brasil. As propostas discutidas e aprovadas em Cajapió, serão apresentadas na conferência estadual pelos delegados eleitos na etapa municipal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *