Secretaria de Educação realiza IV Jornada Pedagógica em Olinda Nova

A Prefeitura Municipal de Olinda Nova do Maranhão, por meio da Secretaria Municipal de Educação, está realizando a IV Jornada Pedagógica, cuja tema é ‘Avaliação educacional: um instrumento para inovar a prática pedagógica’, e está acontecendo desde o dia primeiro de fevereiro.

Na abertura estiveram presentes o secretário de educação, Raimundo Filho; a vice-prefeita da cidade, Moça de Riba; o presidente da Câmara de Vereadores, Robson da Pampa; e seus colegas vereadores; com o padre da cidade, além de professores e outras autoridades municipais. A jornada só terminará no dia 05 desse mês e reúne professores de toda a Rede Municipal de Ensino.

De acordo com o secretário, a jornada está sendo coordenada pela Prof. Dra. Deuzimar Serra, pela Prof. Ms. Vera Pires e pela Prof. Mestranda Flávia  Morais. Vejam as fotos…

Folha de SJB

Criador tem seis meses para retirar búfalos de áreas alagadas em Olinda Nova do Maranhão

Uma Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público do Maranhão em julho de 2004 levou a Justiça a determinar, no último dia 14 de janeiro, a retirada de búfalos criados em campos do município de Olinda Nova do Maranhão. Os animais pertencem ao criador João de Deus Lindoso Carneiro, que tem seis meses para cumprir a sentença, sob pena de multa diária de R$ 1 mil.

À época, a ação foi proposta pela promotora de justiça Eveline Barros Malheiros. Atualmente, atua na comarca o promotor de justiça Peterson Armando Azevedo de Abreu. A sentença é assinada pelo juiz Luiz Emílio Braúna Bittencourt Júnior.

De acordo com a ação, João de Deus Carneiro criava, de forma extensiva e abusiva, 60 búfalos nos campos inundáveis e bacias lacustres do povoado Coqueiro. Apesar de incentivada na década de 1940, verificou-se que a criação de bubalinos causa graves danos ambientais à região, comprometendo a fauna, flora e os recursos hídricos. Além disso, conflitos sociais também foram ocasionados por esse tipo de criação.

A Constituição do Estado do Maranhão, de 1989, estabelecia os campos naturais inundáveis como reservas ecológicas, prevendo a necessidade de retirada dos bubalinos dessas áreas. A Lei Estadual n° 5.047/1990 reforçou a determinação, fixando o prazo improrrogável de um ano para a mudança. Já o Decreto Estadual n° 11.900/1991 criou a área de Proteção Ambiental da Baixada Maranhense, que disciplina diversas atividades e, em seu artigo 6°, proíbe a criação extensiva e abusiva de gado bubalino nos campos naturais e em áreas de bacias lacustres.

Uma vistoria realizada por oficial de justiça verificou a continuidade da criação de búfalos por João de Deus Carneiro e que os animais permanecem pastando soltos durante o dia, ficando presos em uma área cercada somente durante a noite.

Além do fim da criação extensiva dos animais, a sentença também condenou João de Deus Lindoso Carneiro ao pagamento de indenização por danos materiais, visando à recomposição do ambiente degradado. O valor deverá ser calculado na fase de liquidação da sentença e destinado ao Fundo dos Interesses Difusos Lesados.

Folha de SJB

Cajapió deixa o Copão da Baixada, competição já está nas semifinais

As duas seleções da cidade de Cajapió já deixaram a XI edição do Copão da Baixada Maranhense, que está sendo realizado na cidade de São João Batista, pela Prefeitura Municipal, através da Coordenação de Esporte, no comando do desportista Eliezer Ramos.

Time da cidade de Cajapió deu adeus à competição

O copão está sendo disputado pelos municípios de Olinda Nova, São Vicente, Cajapió, São João Batista e Matinha e esta semana, a cidade de Cajapió deu adeus ao compeonato, sendo que os dois times daquela cidade perderam.

Disputado no Estádio Municipal Dorindão, as cidades de São João Batista e São Vicente continuam apenas com um time na competição e sendo assim, disputarão as semifinais com os municípios de Olinda e São Vicente, que só colocaram um time.

De acordo com as informações, as semifinais serão realizadas na próxima quarta-feira e os dois finalistas disputarão a taça no sábado de Carnaval, aqui em São João Batista.

Folha de SJB

Prefeitura de Olinda Nova leva ação social ao povoado Loreto

A Prefeitura Municipal de Olinda Nova do Maranhão, administrada por Costinha, levou mais uma ação social aos povo daquele município. Através da Secretaria Municipal de Assistência Social, os moradores do povoado Loreto foram os beneficiados.

O evento aconteceu ontem, 27 de janeiro, numa parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, que levaram os alunos do Curso de Cabeleleiro para ajudar na ação social que levaram serviços estéticos como hidratação, selagem, alisamento, relaxamento, luzes, escova, chapinhas, entre outros.

De acordo com a secretária Rosenilde Amaral os alunos puderam colocar em prática seus conhecimentos adquiridos até agora e ressaltou que outros cursos já aconteceram no município, contemplando mais de 500 jovens olindenses.

Em parceria com o Senac e Senai, jovens já foram beneficiados com os cursos de bombeiro hidráulico, padeiro, armador de ferragem, pedreiro e posteriormente serão beneficiados com o curso de cozinheiro. Na ação estiveram presentes o coordenador do Cras I, Ronilson Costa, e a secretária de Assistência Social, Rosenilde Amaral.

Folha de SJB

Seis comércios se habilitam para operar programa Bolsa Escola em Olinda Nova

Ao todo, seis estabelecimentos comerciais se habilitaram para operar o Programa Bolsa Escola, do Governo do Estado do Maranhão, na cidade de Olinda Nova do Maranhão. Se trata de programa do Governo do Estado do Maranhão, executado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, que consiste na complementação de renda às famílias maranhenses.

De acordo com as informações, o programa tem o objetivo de garantir às crianças e adolescentes, de 4 a 17 anos, condições mais adequadas de frequentar a escola. Anualmente, as famílias receberão o recurso, nos meses de janeiro, com a finalidade exclusiva da compra de materiais de uso escolar.

Folha de SJB

Começa o XI Copão da Baixada em São João Batista

Começou ontem, 23 de janeiro, a décima primeira edição de um dos maiores campeonatos da Baixada Maranhense, o Copão da Baixada, organizado pela Prefeitura Municipal de São João Batista, através da Coordenação Municipal de Esportes.

São, ao todo, 08 equipes dos municípios de São João Batista, Olinda Nova do Maranhão, São Vicente Ferrer, Matinha e Cajapió. A primeira rodada foi realizada ontem, com duas partidas. O Corinthians, time da casa, pedeu para a cidade de Olinda Nova, por 2 a 1.

Na segunda partida, Cajapió empatou com São João Batista, pelo ‘Mancha Verde’, por 2 a 2. A competição está sendo disputada no Estádio Municipal Dorindão e hoje tem mais uma rodada, com as duas representações de São Vicente se enfrentando.

No segundo jogo, o segundo time de Cajapió enfrente Matinha. A final está marcada para acontecer durante o carnaval e premiará as melhores seleções da Baixada Maranhense.

Folha de SJB

Território Campos e Lagos realiza segunda conferência de Ater

A Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) que leva políticas públicas a agricultores familiares foi tema de discussão, na sexta-feira (15), com a realização da Conferência Territorial de Ater (CTEATER) no Território da Cidadania Campos e Lagos, no município de Viana.  O encontro teve como objetivo definir estratégias e ações prioritárias para o desenvolvimento dos serviços de Ater de qualidade ofertados ao homem do campo no Maranhão. Jovens de diversas cidades da baixada participaram do evento. De São João Batista, os representantes do Fórum da Juventude e do STTR estavam presentes.

O debate foi pautado nos eixos temáticos gerais: Sistema Nacional de Ater (fortalecimento institucional, estruturação, gestão, financiamento e participação social); Ater e Políticas Públicas para a agricultura familiar e Formação e construção de conhecimentos na Ater, incluído, ainda, os eixos transversais: mulheres, jovens, povos e comunidades tradicionais. Durante dois dias, o evento reuniu cerca de 100 participantes, entre representantes e técnicos de instituições públicas e privadas prestadoras de serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) e líderes de organizações e movimentos sociais ligados à agricultura familiar.

Para o presidente da Agerp, Júlio Mendonça, o Estado vive um novo cenário, com a execução de várias políticas públicas, e o alinhamento da Ater com a agricultura familiar. “A Agerp vai alcançar o patamar social e promover uma gestão compartilhada, mantendo o diálogo com as instituições parceiras, respeitando as demandas reais de cada território, transformando o Sistema de Agricultura Familiar em um só organismo, em prol do fortalecimento da Ater no Maranhão”, disse o presidente.

De acordo com o delegado federal do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Vicente Mesquita, com a conferência é possível promover maior qualidade e eficiência na retomada do Estado para o sistema de Ater, a estruturação das novas chamadas públicas e assegurar o fortalecimento da agricultura familiar. Em nome dos povos e comunidades tradicionais, a quebradeira de coco da comunidade Itaquaritíua, Rosenilde Gregório, que é coordenadora Executiva do Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu (MIQCB), regional da Baixada, apontou para a importância dos movimentos sociais neste processo. “Devemos ter espaços que garantam o diálogo, onde os movimentos sociais possam explicar a importância da continuidade dessas organizações, garantindo o fortalecimento do campo”, disse.

Claudia Cascais, representante da Cooperativa de Serviços Técnicos (Coosert/MA), afirmou que é necessário construir uma força tarefa pautada no diálogo, com o envolvimento das instituições parceiras, em busca da reformulação da Ater no Estado. O secretário adjunto da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar, Francisco Sales, defendeu a importância de uma Ater integradora de políticas públicas para a agricultura familiar. “A conferência é uma conquista importante para que os trabalhadores e trabalhadoras tenham condições de dizer o que esperam da Ater, para que possam sugerir mudanças efetivas para o segmento”.

Foram eleitos os delegados da sociedade civil e do poder público, respeitando os critérios de paridade de gênero e proporção etária. Em 2015 foram realizadas mais sete etapas territoriais: Território dos Lençóis/Munim; Vale do Mearim; Baixada Ocidental; Vale do Itapecuru; Baixo Parnaíba; Cerrado Sul; Médio Mearim e a última, com a conferência do Território Campos e Lagos. A partir de agora será feita a organização das conferências, com a consolidação das propostas e levantamento dos delegados eleitos.

Folha de SJB

Fórum da Baixada pede informações ao Governo sobre desvio de orçamento dos diques

Com fundamento na Lei de Acesso à Informação (Lei n] 12.527/2011), o Fórum em Defesa da Baixada Maranhense protocolou requerimento (veja imagem abaixo) dirigido à Secretaria de Planejamento do Governo do Estado (SEPLAN) solicitando informações detalhadas sobre o desvio de dinheiro dos Diques da Baixada para uma outra obra em outra região.

De acordo com as informações, o Fórum em Defesa da Baixada quer informações acerca da anulação da dotação orçamentaria de 42,8 milhões que deveria ser utilizada para a ação de “Construção e melhoramento de Diques e Barragens no Estado do Maranhão” e que foi destinada para reforço da dotação constante na ação orçamentária denominada “Ampliação da Integração dos Municípios por Rodovia – Viva Maranhão – no município de São João dos Patos”.

Segundo o Presidente do Fórum da Baixada, advogado Flávio Braga, após a manifestação oficial da SEPLAN, a entidade irá se posicionar sobre o conteúdo das matérias jornalísticas que veicularam a notícia do remanejamento orçamentário e sobre a justificativa técnica que a secretaria estadual venha a apresentar.

“A diretoria resolveu protocolar esse requerimento porque a nossa entidade recebeu um bombardeio de pressão e cobranças para se manifestar publicamente sobre esse assunto. Porém, decidimos agir com cautela. A comunidade baixadeira e a imprensa insistem em exigir uma explicação formal acerca desse ato administrativo. Ocorre que o Fórum da Baixada não pode responder pelo Governo do Estado. Assim, esperamos uma resposta da SEPLAN tempestiva, e que esclareça a sociedade de forma definitiva” assinala Flávio Braga.

Folha de SJB

A partir de hoje, blog vai publicar informações de mais duas cidades da Baixada Maranhense

O Portal Folha de SJB vai publicar a partir de hoje, 17 de janeiro, informações de mais duas cidades da Baixada Maranhense. Os municípios de Olinda Nova e Cajapió agora terão notícias publicadas nesta página, já que a maioria dos internautas destas cidades já acessam e solicitam notícias de seus municípios.

Prestes a ultrapassar a marca de um milhão de acesso em pouco mais de 3 anos de existência, este blog é um dos mais lidos em toda a nossa região e é líder isolado de acessos e informações aqui em São João Batista.

Além disso, o blog agora mudará os títulos das postagens, que antes eram somente com letras maiúsculas. Agradecemos aos internautas destas cidades que acessam o nosso blog como São João Batista, São Vicente, Olinda e Cajapió.

E tem novidades, o blog fará ainda este ano a transição para o Portal Folha da Baixada, que alcançará a maioria dos municípios. Aguardem…

Folha de SJB