Autores das mortes de Kerla e Lindovaldo são condenados em Júri Popular de São Vicente Ferrer

O Tribunal do Júri de São Vicente Férrer condenou, em 9 e 10 de setembro, respectivamente, Domingos Elsio Serra Santos a 12 anos de prisão e Deyzon Fernandes Carvalho a seis anos, ambos pela prática de homicídio.

Júri aconteceu na câmara

Domingos Elsio Santos foi condenado pelo assassinato de Lindovaldo Pereira Campos cometido em 30 de julho de 2017, no clube Casarão Shows, no bairro Casa Grande, em São Vicente Férrer. Consta nos autos que, pouco depois da meia-noite, o réu tentou roubar uma moto no estacionamento da casa noturna, quando foi repreendido pela vítima, que naquele dia estava vigiando os veículos no local.

No momento em que se afastou da área, após advertir Domingos Santos, Lindovaldo Campos foi esfaqueado na região da clavícula, vindo a falecer. Durante o julgamento, o júri acolheu a qualificadora de motivo fútil. Domingos Santos deverá cumprir a sentença em regime fechado.

Já Deyzon Fernandes Carvalho foi condenado por homicídio simples. Em 22 de dezembro de 2018, o réu matou com um tiro na cabeça a sua ex-companheira Kerla de Jesus Ribeiro Sousa, após uma luta corporal em um bar no município de Cajapió. Conforme apontaram as investigações, a vítima era quem portava a arma no momento do crime.

Os jurados não reconheceram a tese de feminicídio. O condenado deverá cumprir a sentença em regime semiaberto. Defendeu as teses do Ministério Público do Maranhão a promotora de justiça Alessandra Darub Alves. Proferiu as sentenças o juiz Francisco Bezerra Simões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *