Prefeitura de Pedro do Rosário leva ações educativas em saúde para a zona rural

A prefeitura de Pedro do Rosário, através da Secretaria Municipal de Saúde, tem levado diversas ações para a zona rural do município. Esta semana, as ações foram concentradas no povoado Anta, que foi beneficiado com palestras e brindes.

Ações foram realizadas na zona rural

Na região, as ações foram lideradas pela enfermeira Sthefany Martins e sua equipe, formada pela técnica em enfermagem Estefany Oliveira, Kayte Taine, os agentes de saúde João Amaral, João Batista e Ildene, que mobilizaram a comunidade e os estudantes da escola do povoado para participarem de uma palestra sobre a gravidez precoce e a sexualidade. A palestra foi organizada no intuito de orientar os adolescentes sobre os riscos da gravidez precoce e a sexualidade.

No primeiro momento, a enfermeira Sthefany falou sobre a importância da prevenção da gravidez na adolescência entre os 10 aos 19 anos de idade, Métodos contraceptivos hormonais, de barreira e comportamentais, e sobre os riscos e consequência de uma gravidez precoce. Em seguida a assistente social Daniele da Semed discutiu a gravidez na adolescência como expressão da questão social e a atuação do profissional de Serviço Social frente à esta demanda.

Logo após a coordenadora do Cras, Marize Lobato, apresentou o serviço do centro frente aos impactos da gravidez precoce, as atividades coletivas disponibilidade pelo CRAS, com realização de dinâmicas com as gestante tento como objetivo mostrar a responsabilidade com uma criança, disponibilizando brindes para as gestantes.

Presentes ao evento, a secretária de saúde Iolanda Campelo parabenizou a enfermeira Sthefany e sua equipe pela bela iniciativa e se colocou a disposição para futuras ações, a coordenadora da atenção básica Joyce Botelho, falou sobre a sua experiência como mãe aos 17 Anos, e como as grávidas precisam de apoio da família e da sociedade, o vereador Magno Jardel em sua fala parabenizou a equipe pelo trabalho e se colocou a disposição dos mesmos.

O assessor de articulação regional do Governo do Estado, Zaqueu Serra, que também participou do evento, falou sobre as políticas públicas desenvolvidas pelo estado para diminuir e cessar a mortalidade materna e infantil, como cheque cesta básica, também chamado Cheque Gestante, onde o Governo do Estado passa um cartão de crédito as mães beneficiárias do programa para receberem R$ 900. O programa tem o objetivo de estimular as grávidas a iniciarem as consultas do pré-natal nos primeiros três meses. Por fim foram distribuídos kits de enxoval para bebês, fraudas, preservativos e folders educativos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *