Pandemia do Coronavírus faz escola privada fechar as portas após 25 anos de serviços em São Vicente Ferrer

A Escolinha São José, referência no ensino básico privado na Baixada Maranhense, fechou as portas após mais de 25 anos de serviços na cidade de São Vicente Ferrer. O motivo é a impossibilidade de pagamento das matrículas por partes dos pais, provocada pela pandemia do Coronavírus.

Escola fechou as portas por conta da pandemia

A escola oferecia os serviços desde o Maternal até o Ensino Fundamental e tinha mais de 240 alunos matriculados. Desde o ano de 2020, com início da pandemia, os pais foram deixando de pagar as mensalidades e as aulas foram sendo dadas remotamente. Sem conseguir manter, a direção da unidade decidiu fechar as portas.

Referência para a educação em São Vicente Ferrer e na região, a escolinha chegou a ser destaque aqui no Blog do Jailson Mendes, por diversas ações pedagógicas e projetos de relevância como desfiles, campanhas de conscientização e projetos de continuação de aulas durante a pandemia (veja AQUI as atividades desenvolvidas pela escola)

Em conversa com o blog, a diretora da escola, professora Sebastiana Matos, disse que ficou muito triste com o fechamento da escola e que o fato encerra um ciclo de grandes serviços oferecidos em prol da educação e informou que o prédio agora será alugado à prefeitura. Esse também é o sentimento de diversos professores da escola e da Rede Pública que lamentaram o fechamento da unidade.

História

A Escolinha São José foi fundada no ano de 1996 pelas irmãs Josefinas, que na época trabalhavam na paróquia de São Vicente Ferrer. No início recebeu o nome de Jardim de Infância São José, em homenagem a congregação Josefina, a qual as irmãs pertenciam. Atualmente a unidade é coordenada pela professora Ilza.

No ano de 2002, com a transferência das irmãs Josefinas para outra paróquia, o Jardim de Infância São José mudou de proprietário e de nomenclatura passou a ser denominado de Escolinha São José em virtude da implantação do Ensino fundamental Regular do Ciclo Menor de 1° a 4° série (antigo primário).

6 respostas para “Pandemia do Coronavírus faz escola privada fechar as portas após 25 anos de serviços em São Vicente Ferrer”

  1. É de partir o coração ao ler uma notícia dessa! Sou muito grata a cada profissional e funcionário dessa escola. Grande parte do que eu sou e me tornei é graças à vocês! Serei eternamente grata minha querida Escolinha! 😔💔

    1. Seria aceitável se fosse verdade, o que de fato aconteceu com essa escola e c muitas outras, é que alguns pais irresponsáveis e negligentes da própria palavra, não cumpriram com o compromisso de efetuar os pagamentos pelos serviços prestados a seus filhos, na educação dos mesmos que devemos frisar, educação essa muito bem executada pelo núcleo de professores e colaboradores da escola ao longo de 25 anos. Se houvesse o mínimo de respeito e reciprocidade pela educação dos seus filhos, essa estória aqui contada, seria com “H”

      É revoltante, um município já carente de tudo, não valorizar a educação dos seus. #vergonha

  2. O que fez a escola fechar foi a falta de pagamentos dos pais. Tem autoridade da cidade que nunca pagaram a mensalidade por 2 anos, né Adriano

  3. O motivo do fechamento da Escolinha S. José, foi a imoral, irresponsabilidade de alguns pais que ñ honram cm as mensalidades, dos seus respectivos filhos….
    Ficamos triste pelo fechamento do pilar educacional vicentino…

  4. Seria aceitável se fosse verdade, o que de fato aconteceu com essa escola e c muitas outras, é que alguns pais irresponsáveis e negligentes da própria palavra, não cumpriram com o compromisso de efetuar os pagamentos pelos serviços prestados a seus filhos, na educação dos mesmos que devemos frisar, educação essa muito bem executada pelo núcleo de professores e colaboradores da escola ao longo de 25 anos. Se houvesse o mínimo de respeito e reciprocidade pela educação dos seus filhos, essa estória aqui contada, seria com “H”

    É revoltante, um município já carente de tudo, não valorizar a educação dos seus. #vergonha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *