Prefeito cancela capacitação de professores em São João Batista

O prefeito da cidade de São João Batista, Junior de Fabrício, decidiu cancelar a capacitação que estava acontecendo na cidade para os professores da Rede Pública Municipal. A formação estava sendo realizada pela empresa GCT – Gestão Consultoria e Treinamento.

Prefeito resolveu cancelar capacitação

A decisão veio após uma denúncia veiculada em um blog da cidade de São Luis informando que a empresa seria fantasma e que no local onde deveria funcionar a empresa existe, na verdade, uma casa no bairro Calhau, na capital do estado. A denúncia foi feita pelo blogueiro Antonio Martins.

Para não comprometer a gestão e muito menos o conteúdo da formação, auxiliares do prefeito Junior de Fabrício informaram ao blog que ele resolveu cancelar a capacitação até que se comprove a idoneidade da empresa contratada pela Prefeitura Municipal de São João Batista.

Hoje pela manhã deveria acontecer o encerramento e muitos professores até chegaram a ir devido a não saber do cancelamento, que só foi confirmado oficialmente agora a pouco. Eles protestaram em frente a escola sobre a situação.

Folha de SJB

13 respostas para “Prefeito cancela capacitação de professores em São João Batista”

  1. Será que a que assinou a denúncia contra o ex prefeito vai assinar a nova denúncia contra Júnior???

    Eita que tem advogada que vai ficar sem emprego

    1. Agora é sua vez, ja fiz a minha parte, quem tem profissão não fica desempregada, agora pra semianalfabeta e difícil trabalhar kkkkkkkkkkk

          1. Tem gente que participou do Governo Surama e botou bastante dinheiro do FUNDEB no bolso. Chega ser irônico kkkkk. Eita, pelo menos Surama ajuda os parentes, já Zequinha prefere tudo só pra ele.

  2. Qual a necessidade de uma suspensão dessa capitação? Se a empresa é irregular isso se verificava após a formação. Povo incompetente demais

  3. Realmente, não tinha razão legal para suspender a capacitação. Que visse isso depois, na prestação de contas. O importante é que a prestação de serviços estava ocorrendo. O que se deve questionar é: Qual o valor dessa capacitação? Como um sujeito que se diz prefeito não sabe a procedência da empresa que ele licitou?
    Demostra por aí que é incompetente. É bem possível que nesse mato tenha o dedo do seu mentor Carlos Figueiredo!

    1. Maria José e tu acredita que Junior de Fabrício não sabia a procedência desta empresa? Claro que sabia….. Isso tudo chama-se lavagem de dinheiro. Ninguém contrata uma empresa sem consultar

    2. Maria José e tu acredita que Junior de Fabrício não sabia a procedência desta empresa? Claro que sabia….. Isso tudo chama-se lavagem de dinheiro. Ninguém contrata uma empresa sem consultar. Falou tanto em fantasma que acabou contratando alma penada kkkkk…..Eita Junior jogou tanta pedra no telhado dos outros e o teu quebrou em tão por o tempo. …como é a vida, não é mesmo?

Deixe uma resposta para Veronica Carneiro Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *