CERCAS AVANÇAM NO LAGO DO COQUEIRO

Pescadores do Lago do Coqueiro reclamaram para o Portal Folha de SJB sobre as cercas que estão avançando cada vez mais nos povoados Coqueiro, Maravilha, Alegre e Enseada Funda. Segundo as denúncias, fazendeiros estão cercando os campos e na maioria delas, estão eletrificadas. Esta semana, o administrador do site visitou o povoado Coqueiro e fotografou diversos lugares e campos cercados. Muitos deles atravessam o lago de um lado para o outro. Mesmo com constantes ações dos pescadores, que derrubam as cercas, os fazendeiros continuam invadindo e cercando os campos naturais.

Cercas elétricas avançam no Lago do Coqueiro

O pior é que ninguem faz nada para impedir a ação destes fazendeiros. Na Assembleia Legislativa do Maranhão, há projetos do deputado estadual Jota Pinto, natural de São João Batista, para coibir esse tipo de crime na Baixada Maranhense, porém todo o processo pode se acabar agora, já que o mesmo não foi reeleito. Até se chegou a propor uma audiência pública com a Comissão de Meio Ambiente da Casa, com o objetivo de discutir a preservação da Baixada Maranhense e o problema das cercas elétricas que tomam conta dos campos.

O parlamentar, na época, informou que percorreu a Baixada Maranhense e viu que praticamente quase todos os campos da região tomados pelas cercas, principalmente as eletrificadas que põe em risco a vida da população. “Temos os campos mais belos do Brasil. Mas, lamentamos que a maioria desses campos estão praticamente cercados e até hoje ninguém tomou providência”, afirmou.  Foram convidados para a audiência pública representantes da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), da Promotoria de Justiça do Meio Ambiente, do Ministério Público Federal do Maranhão (MPF/MA), da Agência Reguladora Agropecuária do Maranhão, do Instituto Chico Mendes, da Delegacia Patrimônio da União (DPU) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama).

Para Jota Pinto, os campos da Baixada não têm dono, pois pertencem à União e ao Estado. Segundo ele, o cidadão baixadeiro vive reclamando da ocupação dos campos e pedindo providências. “Vamos apresentar um projeto de preservação dos campos da Baixada Maranhense na Assembleia Legislativa”, adiantou. Na avaliação de Jota Pinto, depois de aprovado pela Assembleia e sancionado pela governadora Roseana Sarney, seu projeto tornará possível cobrar das autoridades competentes as devidas providências para garantir o direito dos baixadeiros, que querem apenas ir e vir e pescar nos campos da Baixada Maranhense, sem correrem o risco morrerem eletrocutados nas cercas.

Folha de SJB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *