Publicidade

VII CONFERÊNCIA DE SAÚDE É REALIZADA COM SUCESSO EM SÃO JOÃO BATISTA

| 17 Comentários

Com o tema “Saúde: uma construção coletiva, direito e responsabilidade de todos”, a VII Conferência Municipal de Saúde de São João Batista foi realizada com sucesso e com grande participação popular. Realizada na Colônia de Pescadores e contou com a participação de diversos representantes de segmentos e foi coordenada pelo secretário municipal de saúde, Carlos Figueiredo. 
Na mesa de abertura estavam o secretário de Saúde, Carlos Figueiredo, que também é presidente do Conselho Municipal de Saúde; os secretários Assis Araújo, representando o prefeito Amarildo Pinheiro; Aguiar e Serginho Castro; os vereadores Luiz Everton, Renato Machado, Chico de Nhozinho, Uira Dominici e Louro; além do diretor da Unidade Regional de Saúde de Viana, Tenak.
O evento foi aberto pela apresentação da Companhia Country Comitiva SJB. Na mesa ainda estavam uma representante da Secretaria Estadual de Saúde, a representante dos Agentes de Saúde, Valdimara Santos e a assessora da Secretaria Municipal de Saúde, Rosyelly Figueiredo. Estavam ainda na mesa a promotora Maria do Nascimento Carvalho, representando o Ministério Público do Maranhão; e a juíza de São João Batista, Jaqueline Rodrigues, representando o Poder Judiciário. 
Por volta das 9 horas o presidente do CMS e secretário Carlos Figueiredo abriu oficialmente a conferência e falou sobre os avanços e desafios na área da cidade em nossa cidade. O secretário destacou o apoio incondicional do prefeito de São João Batista, Amarildo Pinheiro, e divulgou dados referentes aos avanços já conseguidos na área, que serão publicados em outras matérias neste blog. 
Depois quem falou foi o secretário chefe de Gabinete, Assis Araújo, que disse está convicto de já se tem avanços na saúde do município e justificou a ausência do prefeito. Segundo Assis Araújo o prefeito está cumprindo uma extensa agenda em São Luis, onde participa de reuniões com secretários de estado e encontro com empresas. Logo após quem falou foi o presidente da Câmara de Vereadores, Luiz Everton, que atentou para o atendimento e humanização do Hospital Municipal e voltou a dizer que muitos avanços já foram conseguidos. 
Para o representante da Regional de Viana, Tenak, São João Batista está no caminho certo para um salto na qualidade de saúde. Continuando as falas iniciais, foi a vez da juíza de direito de São João Batista, Jaqueline Rodrigues Cunha, que também disse que apesar de ser novata na cidade, espera que se conquiste de fato uma qualidade na saúde. A magistrada foi seguida pela promotora Maria do Nascimento Carvalho, que parabenizou o secretário e o prefeito Amarildo Pinheiro. 
Maria do Nascimento disse que já visitou o hospital municipal e afirmou que constatou mudanças na saúde em São João Batista. O encontro continuou com a Conferência Magna: “Saúde: Uma construção coletiva, direito e responsabilidade de todos”; painés sobre Atenção Básica na organização dos serviços de saúde, Ações de Vigilância em Saúde (Epidemiológica, Sanitária, Ambiental e Núcleo Municipal de Educação em Saúde).
Continuando, foram apresentados painéis da Assistência Farmacêutica; Serviços de Média Complexidade – Assistência Hospitalar e Saúde Mental, Controle Social, Fortalecimento do Conselho Municipal de Saúde, o SUS em São João Batista construindo um município saudável e Debates. Pela tarde teve discussão nos Grupos de Trabalhos, Apresentação e votação das propostas dos grupos de trabalho e a Eleição dos novos membros do Conselho Municipal de Saúde.
A CONFERÊNCIA

Estamos no começo de mais uma gestão municipal, momento de construção dos Planos Municipais de Saúde e dos Planos Plurianuais. Portanto, este é também o momento de ouvir as contribuições da sociedade sobre os principais pontos a serem contemplados pela política de saúde que será elaborada e implementada nos próximos anos. 
Por reconhecer a importância da contribuição da sociedade civil para construção da política de saúde no município e que estamos realizando a 7ª Conferência Municipal de Saúde que terá como propósito de avaliar a situação de saúde e propor diretrizes para a formulação da política de saúde, sendo considerada como momento de reflexão e construção coletiva dos rumos que se pretende para o SUS no espaço municipal.
Considerando o Art. 196 da CF, que garante o acesso universal e igualitário a ações e serviços para promoção, proteção e recuperação da saúde, bem como a Lei nº 8.080/90, que dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços de saúde e também a Lei nº 8.142/90, que dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do SUS.
Por acreditar em tais princípios é que o Conselho Municipal de Saúde, juntamente com a Secretaria Municipal de Saúde tiveram a iniciativa de propiciar à população joanina a realização deste evento, por considerar que as conferências de saúde são espaços democráticos de discussão dos problemas de saúde da população, portanto é o local onde o povo manifesta, orienta e decide os rumos da saúde em cada esfera.
O objetivo é levantar propostas que venham contribuir para efetivação de um sistema de saúde de qualidade que atenda os princípios de universalidade, equidade e integralidade do SUS. Os objetivos são: Avaliar e propor diretrizes da política para o setor saúde, estabelecidas pelo Conselho Municipal de Saúde; Discutir temas específicos para propor novas diretrizes locais da política de saúde; Eleger os novos membros do Conselho Municipal de Saúde.
Temos a convicção de que estamos motivados para trabalhar em prol da necessidade de promover mudanças de atitudes em nossas práticas de atenção e gestão no sentido de fortalecer a autonomia e o direito dos cidadãos joaninos. Portanto, todos que estiverem motivados em contribuir para melhoria do sistema de saúde em nosso município estão convidados a participarem desta 7ª Conferência Municipal de Saúde.

EQUIPE DE REDAÇÃO DO BLOG DA AGÊNCIA DE SJB

17 Comments

  1. Cheio de puxa saco porque que conferencia não deu ninguém se Amarildo tivesse tinha muitas pessoas ,pode não ficar empolgado porque o que tu faz não aparece ninguém,

  2. Palestra com enfermeira da Atenção Básica na minha opinião esse tema deveria estar relacionado a atenção básica.Mas o tema escolhido pelo secretario Carlos Figueiredo foi sobre colo de útero. E onde ficou a atenção básica secretario??? e prq só as Enfermeiras do PSF estavam sem camisa??

  3. Meu Prefeito Amarildo abra seus olhos, e enxergue os erros e as falhas cometidas,na minha opinião o Carlos Figueiredo seria um bom secretario de cultura, ja que ele gosta de festa, desse tipo de coisa, prq como secretario de saúde não ta com nada.

  4. parabéns Carlos Figueiredo, pelo seu trabalho a frente da Secretaria de Saúde.

  5. Estão com inveja do Secretário, porque passaram por lá e não fizeram nada.

    • secretaro como Mauro aqui não terá, pois o mesmo não era impolgado, não gostava de aparecer, conversava educadamente com seus funcionarios e nao gostava de picuinha e fofoquinha.

  6. O tema do Secretário, foi o SUS em São João Batista, mau informado e que deu uma excelente explanação mostrando como recebeu o hospital, como se encontra e o que fará no futuro.

  7. o Secretário Carlos Figueiredo é bom em qualquer lugar.

  8. O Prefeito Amarildo e Carlos Figueiredo estão melohorando a saúde de Sjb.

  9. eu já sabia que o Secretário de Saúde era competente……várias ações em tão pouco tempo. Parabéns

  10. Eu acompanhei o Mutirão de Catarata, realizado em São João Batista,esse Secretário é porreta..isso é só inveja

  11. Esse Secretário além de ser bonitão ainda é um grande administrador.

  12. meu conterrâneos de São João Batista, evento que tiver Carlos Figueiredo, na frente pode ir que vai ser bom.

  13. postar comentario se auto elogiando não vale.. kkkkkk

  14. Governinho de quinta esse. Não estão fazendo mais do que a obrigação que é cuidar da saúde da população, ter médicos, especialistas, exames, hospitais, etc, até porque dinheiro do governo federal vem e não é pouco. Agora, aos puxa-sacos de plantão, e o dinheiro da educação? Onde foi parar? Sim, porque as escolas estão decadentes, merenda escolar nada, os alunos da zona rural e do região central passam fome, como que esses coitados vão absorver alguma coisa, me digam? E o rateio para os professores? Mas automóveis SUV e mansões de luxo no bairro do Calhau já descobrimos que foram compradas! E ai, como fica nossa situação? Lei de improbidade administrativa já nesses malfeitores.

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.