Termo de Cooperação Técnica garante implantação do projeto ‘Ler, Escrever e Pensar’ em Cajapió

| 0 comentários

O Ministério Público do Maranhão e a Prefeitura de Cajapió assinaram, na última quinta-feira, 3, o Termo de Cooperação Técnica n° 16/2017, que prevê a implementação do projeto “Ler, Escrever e Pensar – Conscientizar para transformar” nas turmas do 9º ano do ensino fundamental da rede municipal de ensino.

Na assinatura do documento, o Ministério Público do Maranhão foi representado pelas promotoras de justiça Alessandra Darub Alves (Comarca de São Vicente Férrer) e Érica Beckman, coordenadora em exercício do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Direito à Educação (CAOp – Educação). O Município de Cajapió foi representado pelo prefeito Marcone Pinheiro Marques.

Com prazo inicial de quatro anos, o Termo de Cooperação prevê as obrigações do Ministério Público e da Prefeitura. Cabe ao MPMA, por exemplo, a seleção das obras literárias a serem usadas, a apresentação do calendário de execução do projeto em etapas anuais e a publicação de revista com as redações premiadas. Também está previsto que a instituição deverá realizar palestras sobre a necessidade de manutenção e cuidado com as escolas, abordando, inclusive, as responsabilidades decorrentes das práticas de vandalismo.

Ao Município de Cajapió cabe garantir o engajamento de gestores e equipes pedagógicas, a disponibilização de estrutura logística aos eventos de apresentação, lançamento e premiação, além de transporte adequado para o deslocamento da equipe do MPMA às unidades de ensino localizadas na zona rural e recursos audiovisuais para a apresentação de palestras.

A Prefeitura também deverá garantir o acesso às equipes pedagógicas e estudantes o acesso às obras literárias escolhidas, além de fornecer os prêmios para os vencedores do concurso a cada ano, que são um smartphone, um tablet e um notebook. Em 2017, a obra a ser analisada pelos estudantes será “O que faz o Brasil, Brasil”, de Roberto da Matta.

O PROJETO

O “Ler, Escrever e Pensar” objetiva estimular a leitura e produção textual de estudantes da rede pública acerca da corrupção no Brasil. Este ano, já são 28 municípios no Maranhão que participam do projeto.

As escolas participantes selecionarão a melhor redação de cada série (9º ano do Ensino Fundamental e 1º, 2º e 3º do ensino médio). Ao final, serão selecionadas as seis melhores redações que ganharão prêmios diversos. A premiação está prevista para o mês de dezembro, em Cajapió.

Folha de SJB

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.