Publicidade

SindProf se manifesta e vai discutir amanhã projeto que regulamenta jornada de trabalho em São João Batista

| 4 Comentários

Professor Israel Melônio

O Sindicato dos Professores de São João Batista enviou um edital de convocação informando que reunirá, amanhã, a categoria para discutir diversos temas como paralisação nacional e o projeto que está na Câmara de Vereadores, que regulamenta a Jornada de Trabalho dos professores.

Segundo o edital, a reunião será realizada amanhã, às 8 horas, para a adesão da Paralisação Nacional comandada pelo CNTE  e CUT e na oportunidades discutirão a escolha de novos representantes para o Conselho Municipal de Educação e o andamento do projeto de regularização de cargos e funções no município de São João Batista.

Os professores também discutirão o projeto que está na Câmara de Vereadores, que regulamenta a jornada de trabalho dos docentes, de 20 para 40 horas semanais e avaliarão os impactos da paralisação realizada nos dias 15, 16 e 17 deste mês. Em conversa com o blog, o presidente do SindProf, professor Israel, se manifestou contra o projeto de mudança na carga horária.

Ao blog, ele disse que o sindicato irá discutir com a Secretária de Educação e com a Câmara de Vereadores sobre o projeto de lei. “Da forma que está não tem condição, é confuso e não deixa claro o objetivo da extensão da jornada de trabalho, além de não explicitar salário e critérios. Não pode ser aprovado dessa forma, principalmente que não foi discutido com a categoria”, finaliza.

Folha de SJB

4 Comments

  1. Perfeitamente presidente, eles estão pondo facilidade pra colherem e devolverem dificuldades.

  2. Essa paralisação é uma palhaçada rapaz isso tá demais direito pra professor tem pra alunos não tem.

  3. Ignorante vão ficar nossos filhos,com tanta falta de aula.

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.