SindProf divulga nota de repúdio e ameaça paralisar aulas se situação continuar em São João Batista

| 8 Comentários

Presidente do SindProf, Israel

O Sindicato dos Professores, através  de sua diretoria juridicamente constituída, vem ao público  repudiar veementemente, o descaso como vem sendo tratado os alunos, professores, pais, a comunidade e a educação de forma geral no município  de São João Batista.

Sem merenda, sem água nas escolas, sem vigia, sem operacionais de serviço diversos, sem material didático, sem apoio pedagógico e para terminar, como se não bastasse,  sem transporte escolar, embora existindo ônibus doados pelo Governo Federal, via MEC, falta motorista e combustível, tirando o direito do aluno de ir e vir normalmente para sua escola.

O Sindprof  vai dá o prazo de 24 horas, para que  o Gestor Municipal  tome as devidas  providências, caso contrário,   irá paralisar as atividades e acionar ao Ministério  Público  Estadual,  o Ministério Público Federal e demais órgãos necessários, a fim de resolver esta incapacidade administrativa do atual gestor, pedindo  inclusive, intervenção estadual. Esperamos que a Câmara Municipal  se posicione a respeito do desrespeito com a Educação  de São  João  Batista, que está sofrendo perdas irreparáveis em toda história política deste município.

Iremos ainda viabilizar junto ao MP, uma audiência pública para discutirmos essa problemática. Esperamos por fim, que como estão entrando todos  os recursos federais normalmente, e não  está  havendo despesas,  esses recursos  estejam   em contas públicas do município.

A diretoria

8 Comments

  1. OS pais irão apoiar com certeza.

  2. Estou pronto para ir às ruas , esse Eduardo é que não quer que contrate todo mundo sabe disso quer comer o dinheiro o MP diz que pode ser feito licitação normal porque ainda não fez

  3. É verdade Sandra todo mundo sabe que licitação é 8 dias e pronto é contratar e acabou tudo isso é esse infeliz desse Eduardo

  4. Já basta! Chega! o sindicato tem meus aplausos , pois quando há uma preocupação com todos os participantes do processo educativo isso sim é louvável. E espero que a sociedade apoie e busque seus direitos os alunos não merecem, os pais não merecem, a sociedade quer respeito com a coisa pública, orordem o que queremos e iremos para as ruas .Chega! Basta! Não há mais espaço para o descaso.

  5. Eles vieram acabar com o município de São João Batista, Afonso tá acabando com a granja tirando a telha e a madeira para fazer casa para as máquinas dele que tá pegando chuva.

  6. Jailson tira foto da destruição da Granja e posta no brog para a população vê o desmando que tá acontecendo em São João batista, eu não acredito que o prefeito não tá vendo, isso é dinheiro público.

  7. Folha de SJB removeu este comentário

  8. parabéns ao sindicato dos professores. aos professores que tomara esta iniciativa para fazer isto, já era tempo são João batista nao está funcionando nada meu povo, e a população acomodada vendo tudo isto acontecer e ninguém faz nada, mp está certo de parabéns tbm chega de tantas irregularidades em nossa cidade. Vamos para ruas vamos reivindicar dos governantes nossos direitos, câmara de vereadores cadê vcs pessoas inteligentes estão lá esperamos mais de vos. Nao governe para o governo . governe para o povo e o povo de nossa cidade que esta clamando são as nossas crianças, jovens e adolescentes que estão sendo desrespeitadas são nossos filhos .vamos acordar.indepedente de posição ou oposição esta errado gente nao se acovarde ..são João batista virou escola de maus governantes. Nao vamos deixar isto acontecer. Estamos se escondendo atrás de uma mentirada de que e o promotor que nao esta deixando as coisas funcionar mentira o mp so esta tentando ajudar a nossa cidade.

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.