Publicidade

Semed, vereadores e SindProf discutem projeto de regularização da jornada de trabalho

| 2 Comentários

Na ultima segunda-feira, representantes da Câmara de Vereadores, Sindicato dos Professores e da Secretaria Municipal de Educação se reuniram e discutiram o projeto de regularização da jornada de trabalho, que está em discussão na Câmara de Vereadores de São João Batista.

Segundo as informações, o projeto regulariza a situação de professores e aumenta, de 20 para 40 horas semanais, mas fica opcional ao docente. No meio educacional, gerou-se uma polêmica e muitos professores ficaram apreensivos em relação às medidas referentes ao salário e extensão da jornada de trabalho. Como o Executivo e o SindProf encaminharam sugestões à Câmara, ficou acordado que ambas as propostas seriam analisadas pelo Legislativo que fará os devidos ajustes, sem prejudicar a categoria, pois não foi este o objetivo da gestão municipal.

“A preocupação foi exatamente amparar legalmente, regularizar a situação daqueles que aceitaram as propostas de extensão da jornada de trabalho, com acréscimos remunerativos, sem desconsiderar os direitos adquiridos pela categoria e isto merece acato por parte de todos que anseiam por políticas públicas eficientes em nosso município”, disse a Semed, em nota.

Esse novo projeto deve entrar hoje em discussão. “Desta forma, sempre com diálogos e respeito recíproco, as instituições interessadas e a SEMED – promotora da Educação Municipal – estarão caminhando unidas por um propósito comum: melhorar a qualidade de nossa Educação”, finaliza a nota.

Folha de SJB

2 Comments

  1. Cuidado professores, só pra lembrar vocês, logo, logo os familiares do presidente do SINDPROF ,estará nas tetas da PM , na gestão de Amarildo perdermos o nosso ensentivo de 15% de sala de aula e até irmão do presidente estava na lista dos fantasma esse presidente perdeu a MORAL diante da classe dos professores.

  2. . Tenho certeza que as tuas manobras de permanecer como presidente ” desde que Cabral descobriu o Brasil “dessa vez não vai da certo , Você presidente e sua mulher como vice já é irregular, agora você vai renunciar pra que tua mulher tenha direito a reeleição, os professores estão de olhos bem abertos para a nova eleição do SINDPROF ,

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.