Sem receber tratamento adequado, bebê com cardiopatia congênita da cidade São João Batista morre

Morreu na manhã de hoje, 07, o menino Ravi, que tinha uma cardiopatia congênita, chamada de Síndrome da Hipoplasia do Coração Esquerdo, e aguardava ser transferido para um hospital especializado, em São Paulo.

Bebê aguardava ser transferido para São Paulo

Ele, que faria 17 dias de vida hoje, era filho de um casal de jovens moradores da cidade de São João Batista e aguardava o cumprimento de uma decisão judicial que mandava o Governo do Estado e a Prefeitura de São Luis transferi-lo para São Paulo.

Ravi nasceu em uma UTI do hospital universitário Materno Infantil, mas precisava fazer a cirurgia com urgência. Ontem, uma ação envolvendo diversas organizações chamaram a atenção das autoridades competentes, mas mesmo assim nada foi feito.

Segundo os familiares, o corpo do menino será velado e enterrado em São Luis. Ele é filho de Franciele Lindoso e Wlisses Gaspar, conhecido popularmente como Laminha.

4 respostas para “Sem receber tratamento adequado, bebê com cardiopatia congênita da cidade São João Batista morre”

  1. gente cadê os defensores de Flávio Dino? cadê luis everton que é superintendente que ele vive arrotando isso por onde passa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *