SEBRAE E SECRETARIA DE AGRICULTURA OFERECEM CURSOS PARA AGRICULTORES E PRODUTORES DE SJB

| 0 comentários

A Secretaria Municipal de Agricultura, o Serviço de Apoio a Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) firmaram parcerias para oferecer aos agricultores e produtores de São João Batista o Curso do ‘Negócio Certo Rural’. Para isso foi realizado na ultima semana um encontro entre a coordenação do Sebrae, agricultores e produtores rurais e a Secretaria Municipal de Agricultura, sob o comando do secretário Zé de Beija.
O objetivo da reunião foi a apresentação do programa. De acordo com as informações, é um programa de autoatendimento oferecido gratuitamente pelo Sebrae. Ele atende tanto pessoas que buscam orientações práticas na abertura de novos negócios, quanto empresários que já possuem uma empresa e desejam avaliar suas estratégias e melhorar a sua administração.
O secretário informou ao Portal Folha de SJB, o curso começará no dia 26 deste mês, na sede do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais da cidade, e começará a partir das 8 horas da manhã. Zé de Beija também informou que as inscrições de qualquer pessoa interessada podem ser feita na sede da secretaria, na Avenida Getúlio Vargas, em frente à Lan House Talox, de segunda a sexta-feira.
“O Negócio Certo Rural é um programa gratuito de capacitação em planejamento e administração de pequenos negócios rurais. Auxilia os participantes tanto na melhoria de negócios existentes como na implantação de novas atividades. O objetivo é estimular que os empreendedores rurais inovem em produtos e serviços já existentes nas propriedades e até mesmo na criação de novas oportunidades como, por exemplo, investir no turismo rural, um negócio estratégico para o campo”, disse a coordenadora do Sebrae, Rosa Amélia.
O programa apresenta conceitos, dicas, exemplos e tarefas práticas para que o estudo seja agradável e para que o empreendedor rural possa relacionar o que está estudando com a prática de sua rotina na propriedade. As tarefas práticas envolvem a realização do diagnóstico da propriedade, identificação de novas ideias de negócio a partir de sua realidade e das potencialidades da região, buscar informações para avaliar as ideias e elaborar um plano de negócios.
“A metodologia do programa foi ambientada para o universo agrícola, visando orientar o produtor a identificar áreas de investimento, analisar a viabilidade do negócio, elaborar plano de negócio e gerenciar o empreendimento. A iniciativa busca motivar os jovens para revitalizar suas propriedades rurais e/ou descobrir os empreendimentos viáveis que estão ao seu alcance, como fruticultura, floricultura, mel, piscicultura, pequena agroindústria artesanal etc”, finalizou.
Folha de SJB

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.