Publicidade

Representantes de São Vicente Ferrer participam, em São Luis, do I Encontro de Capacitação sobre o Selo UNICEF

| 0 comentários

Representantes da Prefeitura Municipal e da Secretaria Municipal de Assistência Social de São Vicente Ferrer participam, desde ontem, do I Encontro de Capacitação sobre a Metodologia do Selo UNICEF. Na edição 2017-2021, representantes de 208 municípios maranhenses vão participar de palestras e discussões com técnicos do Fundo das Nações Unidas para a Infância.

O Maranhão foi um dos estados com maior taxa de adesão a nível nacional. O Selo é uma iniciativa do UNICEF que busca estimular os municípios a implementar políticas públicas para redução das desigualdades e garantir os direitos das crianças e dos adolescentes. O Governo do Estado, que já executa programas na área, trabalhou na mobilização para a adesão dos municípios ao selo, que é uma certificação internacional.

Nesta capacitação, a cidade de São Vicente Ferrer está sendo representada pelo jovem Junior Araújo, mobilizador do selo, e pela psicóloga Thays Carneiro, articuladora, que representam a Secretaria Municipal de Assistência Social, responsável pelas atividades do Selo Unicef no município. O Governo do Estado fez um esforço muito grande para que tivéssemos o maior número de adesões municipais, porque o UNICEF tem método de trabalho, tecnologias de melhoria e qualificação de processos de trabalho muito bons e que podem atingir indicadores satisfatórios nos campos da saúde, educação, assistência, violência, segurança e, sobretudo, a proteção da criança.

Nos próximos quatros anos, os municípios inscritos deverão avançar, investindo em ações para melhorar a oferta e a qualidade de serviços de saúde, educação, assistência social e participação, visando produzir impactos reais e positivos na vida de crianças e adolescentes. “Nesta oportunidade vamos compartilhar o guia metodológico do selo, onde está estabelecido qual é a filosofia, quais são as ferramentas e por que o selo é importante e útil para os municípios na implementação de políticas sociais. É uma ferramenta de gestão e a ideia é, daqui em diante, acompanhar os municípios na implementação”, explicou Anyoli Sanabria, coordenadora do Território da Amazônia – UNICEF.

Folha de SJB

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.