REALIZADA A PRIMEIRA SESSÃO PLENÁRIA NA CÂMARA DE VEREADORES

| 0 comentários

O Poder Legislativo começou ontem seus trabalhos em São João Batista. Os vereadores Luiz Everton (PC do B), Mecinho (PRP), Uira Dominici (PC do B), Renato Machado (PT), Chico de Nhozinho (PT), Dezinho (PDT), Cristina (PHS), Cabeça (PV), Ivan (PTN) e Louro (PPS) fizeram a primeira Sessão Plenária da Câmara de Vereadores. O vereador e ex-presidente da casa, Rui Serra, não se fez presente na sessão que marcou o inicio dos trabalhos.
Mesa Diretora da Câmara de Vereadores
Na Sessão Plenária além dos vereadores estavam o vice-prefeito de São João Batista, Junior de Fabrício; o ex-prefeito, Eduardo Dominici; os representantes do prefeito, secretário chefe da Gabinete Assis Araújo, e o assessor especial do prefeito, Marçal Everton, e também o secretário adjunto de Agricultura, Zé de Beija; além de outros componentes do primeiro e segundo escalão do governo e a população que se fez presente na primeira sessão do ano.

Os trabalhos foram iniciados pelo presidente eleito em janeiro, Luiz Everton, que desejou boa sorte a todos os seus companheiros e agradeceu a presença das autoridades presentes.  O presidente da casa ainda atentou para a perda que os agricultores tiveram, ao dizer que eles perderam as sementes plantadas e apresentou um requerimento verbal para que o prefeito decrete estado de emergência e possa amenizar a situação enfrentada pelos agricultores. Depois, no primeiro expediente, todos os vereadores usaram da tribuna, onde ficou claro a divisão entre a Oposição e Situação. Liderada pelo vereador Mecinho, a Oposição bateu forte no Governo e os vereadores de apoio ao Governo tiveram que reagir.

Assuntos como Carnaval, Rateio dos professores e a Nova Avenida de São João Batista tomaram conta dos debates e que serão assuntos nas próximas postagens do Blog Folha de SJB. Um assunto foi consenso entre os vereadores, que o prefeito Amarildo Pinheiro fez um dos melhores carnavais da cidade. Mas outros como a construção da nova avenida dividiu opiniões entre Oposição e Situação.

Com um dos melhores discursos da sessão, o vereador Dezinho foi pra cima do vereador Ivan, afirmando haver comentários não confirmados de que durante o governo de Surama Soares havia gente que recebia dinheiro a mais em suas contas, o que foi compartilhado pelo vereador Louro. Já Ivan rebateu dizendo que também já tinha ouvido dizer que durante o governo de Eduardo Dominici, o suposto esquema também teria se instalado.

Os debates esquentaram quando os vereadores começaram a falar sobre o carnaval. A vereadora Cristina Figueiredo atentou pela falta do Conselho Tutelar durante as quatro noites do carnaval, mas parabenizou o prefeito Amarildo Pinheiro e sua equipe pelo bom carnaval feito em São João Batista. Os vereadores Mecinho e Cabeça afirmaram que populares os informaram que gente do Governo não queria deixar que o Arrastão da Piracema passasse pela Praça de Eventos.

Esta afirmação foi desmentida pelo vereador Luiz Everton, que informou que estava no local e que nínguem tentou barrar nenhum trio. Já o vereador Louro disse que teve apenas uma tentativa por uma pessoa do Governo, mas que Amarildo Pinheiro não sabia e que logo que soube que havia essa tentativa, o prefeito mandou que não barrassem nenhum trio na Praça de Eventos.

Para o vereador Renato Machado é importante que todos façam um destinção de política com o carnaval e que para ele, é inadimissível se misturar as duas coisas.Terminados os debates sobre o carnaval, os vereadores Uira Dominici e Mecinho apresentaram as primeiras indicações do Poder Legislativo, e o vereador Chico de Nhozinho agradeceram suas votações e disseram que farão de tudo para honrar seus votos.

A Sessão Plenária foi polêmica e o clima esquentou quando o assunto foi o não pagamento do Rateio dos Professores, assunto que será publicado na próximas postagens do Blog. Fonte: Blog Folha de SJB.

EQUIPE DE REDAÇÃO DA AGÊNCIA SJB

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.