Quebradeiras de coco denunciam agressões sofridas nos municípios de Matinha, Arari e Viana

| 1 Comentário

Quebradeiras de coco babaçu do Maranhão, Pará, Piauí e Tocantins se deslocaram nesta sexta-feira (17) para a sede da Secretaria de Segurança Pública para cobrar das autoridades providências que garantam o sossego no território onde atuam.

Atualmente, doze mulheres quebradeiras de coco estão no Programa de Proteção de Direitos Humanos. Só no Maranhão, são aproximadamente 50 mil quebradeiras de coco.

A situação atual no estado é mais delicada nos municípios de Arari, Viana e Matinha. Vejam a reportagem que saiu no site do MA 10.

Folha de SJB

One Comment

  1. Pingback: Quebradeiras de coco denunciam agressões sofridas nos municípios de Matinha, Arari e Viana - Rádio e TV Maracu AM 630

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.