Prefeita Conceição anuncia chegada de delegado e fala sobre bloqueio de 60% dos recursos de São Vicente

| 3 Comentários

A prefeita de São Vicente Ferrer, Conceição Castro, anunciou hoje a chegada do delegado de Polícia Civil ao município, fruto de uma conversa tida com a cúpula da Superintendência de Polícia Civil do Interior, semana passada. O delegado Jorge Luis da Silva e o investigador de polícia, Francisco Nascimento, assumiram ontem a Delegacia de Polícia da cidade.

Ela também falou sobre a decisão da Justiça de bloquear 60% de todos os recursos do município de São Vicente Ferrer para pagamento de servidores. A decisão foi assinada pelo juiz Francisco Bezerra Simões na última sexta-feira (16), e determinou o bloqueio de 60% dos recursos depositados nas contas bancárias do município relativos ao FPM, FUNDEB, e das verbas referentes aos repasses a título de ICMS, ITR, IPVA e IOF.

De acordo com a sentença, o município deverá utilizar os valores bloqueados, exclusivamente, para pagamento de servidores, priorizando os concursados e estáveis, entre estes o com maior número de meses em atraso, e depois os comissionados e contratados, sob pena de multa diária no valor de R$ 5 mil reais. O bloqueio deve durar enquanto houver salários de servidores municipais em atraso.

Em um grupo de uma rede social, a prefeito disse está confiante que não está fazendo nada de ilícito e que a denúncia tem motivação política. “Eu como prefeita entrego para Deus. Sei que foram os que fizeram as denúncias foi a mando de alguns vereadores e eu estou tomando as providências para o restabelecimento da ordem e a nossa Assessoria Jurídica já foi tomada. O nosso compromisso é com todos da nossa cidade”, disse.

Conceição também disse que estava hoje com o diretor da Caema e no Incra, garantindo mais recursos e projetos para São Vicente Ferrer. “Ganhei quatros poços artesianos e mesmo com as interferências políticas de pessoas que querem ver o pior para a nossa gente, conseguir voltar para o local do origem todos os poços. Estive também na sede do INCRA, reunida com o superintendente e com o presidente da associação do povoado Casa Grande, assinando recursos financeiros e humanos de 14 mil reais por família no povoado Ouro Verde”, disse.

Uma situação também enfrentada pela prefeita é o início das aulas, que estão sendo negociadas com a categoria. Na ultima semana, o secretário de educação, Fábio Teixeira, esteve reunido com dirigentes de sindicato dos professores e as aulas devem iniciar nos primeiros dias de abril. “Estão se reunindo para mim derrotar, mas estou trabalhando para nosso povo. Vamos juntos avançar, pois sou Conceição Castro que não baixa a cabeça nunca”, finalizou a gestora.

Folha de SJB

3 Comments

  1. Muito bem Concé… Mas não entendi nada.

  2. “Ganhei quatros poços artesianos e mesmo com as interferências políticas de pessoas que querem ver o pior para a nossa gente, conseguir voltar para o local do origem todos os poços. Estive também na sede do INCRA, reunida com o superintendente e com o presidente da associação do povoado Casa Grande, assinando recursos financeiros e humanos de 14 mil reais por família no povoado Ouro Verde” OU O MUNICIPIO FOI CONTEMPLADO??? Cuidado CONCÉ é por essas e outras que hora por outra vai um prefeito para o xilindró, por confundir o público com o privado. Quando sai as parcelas do FPM, ICMS, FUNDEB você, supostamente, deve dizer assim “EU RECEBI” e os seus “EU VOU GASTAR OU EU JA GASTEI” Isso é uma MAÚRA como ja dizia a outra prefeita e também professora. Óh Cuthada!

  3. Rapaz nem tinha observado na foto do meio o ex construtor de Aía, eita mundão que dá volta. kkkkkkkkkkkk

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.