Parlamentares voltam a atacar prefeito de Penalva e dizem que irregularidades continuam

Os vereadores da Oposição da cidade de Penalva voltaram a atacar a gestão do prefeito Ronildo Campos. Josaniel dos Anjos, Flavia Moreira, Neide Moraes, Rosanilde dos Santos e Natália Rodrigues enviaram uma nota ao Blog do Jailson Mendes.

Parlamentares da Oposição durante uma entrevista em uma rádio na Baixada

No início da semana, o prefeito disse está sofrendo perseguição política e tentou esclarecer denúncias apontadas pelos parlamentares da Oposição durante uma entrevista em uma rádio na Baixada Maranhense (Reveja a confusão AQUI e AQUI). O blog reproduz, na íntegra a nota enviada pelos parlamentares.

“As declarações deste gestor nos mostram completa incoerência e uma gestão absurdamente irresponsável. Quanto ao primeiro caso da senhora Ana Teresa, ele a desviou de suas duas matrículas de professora onde ela poderia estar contribuindo com a educação do município e a colocou no gabinete. E outra o conselheiro municipal não precisa ser remunerado, ( conselheiro se reúne uma vez por mês).

Se ela é coordenadora,explique prefeito as indagações dos munícipes de que são conhecedoras que esta senhora dá plantão na prefeitura, isso parece privilégio a poucos aliados. Quanto a irmã do Prefeito aprovada no último concurso municipal, esta deveria estar na sala de aula em seu estado probatório respeitando nossa lei municipal como também o edital do concurso.

E vale ressaltar que ela foi aprovada como professora de Português do 6 ao 9 ano, na zona rural. E por isso deveria estar em sala de aula, pois o nosso município é carente de professores desta matéria. Será que está sendo beneficiada só por ser irmã do prefeito?.

A AOSD recebe de cinco em cinco anos quinquênio que é 5% de acréscimo a cada cinco anos e mais 11,96% de URV sobre o bruto do salário fazendo as contas não chega nem perto de dois mil reais. A AOSD que está recebendo 2.000 reais, o que justifica isso? Se os demais servidores da mesma época que ela e com mesmas progressões de seus salários não chegam nem perto desse valor.?

Ele precisa explicar qual a função dela para que fosse dobrado seu salário. A única coisa que nos remete a pensar é que este salário seja por conta de ser mãe do vereador aliado ao prefeito. Se torna impossível essa servidora dobrar carga horária pois são 25 horas semanais e ao invés de 40 horas passaria a ser 50 horas seu concurso, impossível.
Ainda têm vigia que recebe como coordenador trabalha em uma loja o dia todo. Como ele têm coragem de dizer que o ministério público está elogiando tamanhas irregularidades fora tantas outras que não foram citadas”.

Vereadores Josaniel dos Anjos, Flavia Moreira, Neide Moraes, Rosanilde dos Santos e Natália Rodrigues.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *