‘Para pra acertar’ entre Israel e Assis em redes sociais tem discussão de RPV e presidência do SindProf

| 15 Comentários

Israel e Assis travam debates em redes sociais

Uma confusão entre os presidentes do Sindicato dos Professores e da Câmara de Vereadores de São João Batista se formou em uma rede social ontem, 08, após um professor da Rede Municipal de Ensino divulgar uma foto dos parlamentares que aprovaram o projeto que instituiu a RPV no município. Assis Araújo disse que o projeto não fala só sobre professores e Israel Melônio acusou o parlamentar de desconhecer a proposta aprovada.

Segundo o presidente do Poder Legislativo, ‘é necessário deixar o egocentrismo de lado e pensar que não é só uma classe que vai receber todos os benefícios’. “Em meio à essas inúmeras ações existem outros profissionais como vigia, zelador cuja maioria dos valores que têm direito a receber ficam abaixo da RPV e estão há décadas aguardando uma solução. Disso, o individualismo não permite aos que tem valores superiores a receber dizer alguma coisa. Também não falam que uma vez recebendo 10 mil reais, caso o valor a que tem direito seja maior, não perderá o restante em hipótese alguma. Seria melhor se inteirar e procurar comentar com base na verdade”, disse Assis.

Ao rebater, Melônio disse que Assis parece não conhecer o projeto. “Lamentavelmente o próprio presidente Assis, está demonstrando que não conhece o Projeto. Vereador um vigia ou uma merendeira que trabalhou para o município e recebia 200,00 mensal, através do velhos e conhecidos chamados ” Contrato Nulos”, como determina a CF/88, só de diferença salarial em 02 anos, dar mais de 16.000,00, com esta lei da RPV que vocês aprovaram, me explique de que forma ela receberá sua diferença salarial, sem ir pra fila dos precatórios?”, indagou o professor que representa a categoria em São João Batista.

Logo em seguida, o vereador falou sobre a legitimidade de Israel Melônio em comandar a presidência do SindProf. “Esse posicionamento seu não me surpreende, o que me surpreendeu de fato foi você não ter comparecido na sessão de ontem… será que foi motivado pelas afirmações do vereador Jr de Valdez de que você não ta legitimado para representar a categoria? Eu tive acesso à uma lista, onde 70% dos valores estão abaixo do valor proposto na RPV e certamente não são de professores. Mais suponhamos que no seu exemplo alguém tenha 16 mil e com a RPV vigente abra a possibilidade de receber num curto prazo dez mil… Melhor ou pior que esperar 20 anos pra receber todo ou só o que exceder os 10 mil?”, retrucou.

Mais adiante, Israel diz que ele está legalmente no cargo. “Presidente Assis, ações judiciais transitadas em julgado, pagas por meio de precatórios, não serão pagas de forma fatiadas e nem parceladas, serão pagas de uma só vez. Quanto à minha ausência nesta vergonhosa sessão, foi por motivo de saúde, ainda bem que eu não estava presente. Quanto à minha representatividade da categoria, juridicamente está legal, pra você e pra ele que não sabem, estamos em mandato legal, legítimo e democrático. Nossa Diretoria foi eleita e conhece os Estatutos Sociais da Entidade Sindical, diferente de você, que o Vereador Louro provou ontem que você simplesmente desconhece o Regimento Interno da Casa Legislativa que você mesmo preside!!! Sei que meu mandato incomoda muito vocês, mas, não posso fazer nada, ainda não terminou!!!”, comentou.

Os debates continuam e Assis Araújo diz que Israel acha que o cargo é vitalício e fala sobre a RPV e ao responder, Israel diz que o parlamentar quer questionar o inquestionável. Vejam a íntegra da conversa.

Folha de SJB

15 Comments

  1. Incrível como esses vereadores que nao conhecem o projeto verdadeiramente e ficam tentando justificar e tentando lubrificar a população sobre o caso
    Uma vergonha façam como o Vereador que disse que fizeram um acordo entre os Vereadores
    Não sei o interesse mas vamos ser homens
    Infelizmente a política é assim mesmo pra pessoas que não tem compromisso com povo e sim com sua próxima eleição
    Vergonha vergonha

  2. Folha de SJB removeu este comentário

    • Com certeza Vereador se passando, por professor, assim como você não conhece as suas funções legislativas, e o próprio Regimento Interno da Câmara, não conhece também, o Estatuto do Sindprof, O mandato da Diretoria não são dois anos. Só se joga pedra em árvores que dão bons frutos!!! No que diz respeito ao tratamento de saúde da professora Jussianne, ela está sim licenciada de forma juridicamente legal, e não é só por meio de meros atestados, e sim, por vários LAUDOS MÉDICOS, mas, se Deus quiser, que ela se sairá dessa, com os poderes do Nosso Senhor Jesus Cristo, e reassumirá sua sala de aula, não se glorifique que doença qualquer um de nós, podemos ser acometidos. Não é por isso, que eu irei me curvar diante de tantas maldades ocasionadas pelo projeto da maldade. No que diz respeito aos valores descontados dos Professores e repassados ao sindicato, não é esse valor, muito abaixo, mais o suficiente pra termos um prédio à altura do que temos, todo climatizado, gratuitamente a ser usado pelos professores, seus familiares, a sociedade joanina e até mesmo a gestão municipal atual, já utilizou pra solenidade de formatura dos nossos alunos. É exatanente com esse recurso, que faz a sede funcionar, pagar contador e todos os advogados que prestam serviço ao Sindprof e aos professores, diante desses absurdos vivenciados pelos servidores com as retiradas dos seus direitos adquiridos. Além do mais, diante de tantas tristezas vivenciadas pelos professores durante o ano letivo, ainda conseguimos alegrar nossos professores com nossas festas de confraternizações, que são verdadeiras alegrias.
      Att/ Israel Melonio

      • O que tenho de falar falo na tua cara, prove que eu postei esse comentário, ta me comparando contigo que usa da maldade pra tentar recuperar o teu prestígio político denegrindo a imagem dos outros. Tu perdeste o argumento e me acusa de ter feito um comentário usando o nome da tua esposa. Prova que eu fiz esse comentário. Isso é golpe rasteiro, tu tá tentando sensibilizar as pessoas, aí sim, usando o nome da tua esposa que lamentavelmente ta enferma. Muito baixo isso Israel…
        Mais pode desabafar o amargo da derrota, pode chorar.
        Veja quem começou o debate entre nós dois e quem atacou primeiro… continua colocando palavras que não saíram da minha boca e nem dos meus dedos.
        Tu não consegues te defender sem acusar os outros de forma leviana. Eu e ninguém tem de fato como conhecer o regimento do teu sindicato, se só tu teve a oportunidade de ser presidente vitalício, talvez tenha medo que outros tenham a oportunidade de conhecer…, nem a competência que tu tens em usar a presidência para passar no vão da janela pública de SJbatista e galgar cargos ou matrículas. Por essa razão, de pensar só no teu umbigo é que tu não tens a anuência e a confiança da maioria dos professores. Procura pensar no coletivo rapaz, não subestima a inteligência dos outros. Tu só aparece como herói quando não ta tirando dividendos da gestão, quando tira some do mapa.
        E politicamente ta acabado, perdeu a confiança dos eleitores.

  3. dois bons de mandatos hehehe

  4. só larapíis

  5. RESPONDAM POR FAVOR, O QUE SIGNIFICA RPV? NÃO RESIDO EM SÃO JOÃO BATISTA, MAS SOU FILHA DESSE MUNICIPIO

  6. Fala sério, como zeladores e vigias fossem ver a cor desse dinheiro, esse papo vereador não cola.

  7. O sindicalista tem conhecimento sustentável desta legislação, tem dado sim sua contribuição ao avanço da categoria no município , isso é notório , contudo deverá se desagarrar deste mandato pra provar aos seus pares com respeito a todos, que os mesmos são capazes tbm e deixar de manipular decisoes de fórum íntima na presidência pra se perpetuar no poder. O vereador ASSIS, claro e evidente está a serviço dos seus interesses tutelados pelo seu comandante, que ver nesse demérito funcional , reserva cambial aos cofres da casa grande no cruzeiro! Será que precisa dar choque em vocês pra fazer esta leitura, onde a isonomia administrativo da presidência está sacrificando sua reputação política sem precedentes , sacrificando a família , pouco menos importante aos outros a custo do que ? Vou ao Piauí comprar o caminhão ,vporwuw o bode aqui já tem de sobra.

    • Esse palavriado de Amaral até mão branca conhece kkķkkk fala só bestera esse compadre de Israel kkkķkkķk
      Deus acima de tudo menos desse vai direto p o caldeŕão de breu urraaaaaaaaaaa

  8. Israel é cômico demais gente, todo mundo sabe que a luta dele é só para se dar bem. Concorreu com Surama e se deu bem com Amaral. Duas matrículas em casa. Ele ta procurando é João do campo desencadear um processo para analisar como ele foi efetivado ficando lá embaixo na classificação geral rum.

  9. Com certeza Vereador se passando, por professor, assim como você não conhece as suas funções legislativas, e o próprio Regimento Interno da Câmara, não conhece também, o Estatuto do Sindprof, O mandato da Diretoria não são dois anos. Só se joga pedra em árvores que dão bons frutos!!! No que diz respeito ao tratamento de saúde da professora Jussianne, ela está sim licenciada de forma juridicamente legal, e não é só por meio de meros atestados, e sim, por vários LAUDOS MÉDICOS, mas, se Deus quiser, que ela se sairá dessa, com os poderes do Nosso Senhor Jesus Cristo, e reassumirá sua sala de aula, não se glorifique que doença qualquer um de nós, podemos ser acometidos. Não é por isso, que eu irei me curvar diante de tantas maldades ocasionadas pelo projeto da maldade. No que diz respeito aos valores descontados dos Professores e repassados ao sindicato, não é esse valor, muito abaixo, mais o suficiente pra termos um prédio à altura do que temos, todo climatizado, gratuitamente a ser usado pelos professores, seus familiares, a sociedade joanina e até mesmo a gestão municipal atual, já utilizou pra solenidade de formatura dos nossos alunos. É exatanente com esse recurso, que faz a sede funcionar, pagar contador e todos os advogados que prestam serviço ao Sindprof e aos professores, diante desses absurdos vivenciados pelos servidores com as retiradas dos seus direitos adquiridos. Além do mais, diante de tantas tristezas vivenciadas pelos professores durante o ano letivo, ainda conseguimos alegrar nossos professores com nossas festas de confraternizações, que são verdadeiras alegrias.
    Att/ Israel Melonio

  10. RPV. É uma requisição de pagamento, de certa quantia que não exceda certos valores, hoje no caso aprovado aqui no município, R$ 10.000,00 (dez mil reais), em processos transitado em julgado em que o funcionário tem direitos a receber. Até esses valores o Município paga sem necessidade de ir para fila de precatórios das dividas do município. E isso, participante de longa distancia.
    Att.

    Maria do Nascimento.

  11. Assis o único derrotado é você, que por não ser servidor efetivo tem inveja de quem és. Todas as vezes que fui eleito com presidente do Sindprof foi através do voto democrático. Não cante vitoria antes da hora, que pelas maldades que você vem fazendo como vereador, tirando direito do povo e dos servidores e professores, será um vereador tipo bananeira. Por outro lado, não tiro proveito de situação alguma, o meu trabalho é reconhecido, só mesmo pessoas de seu tipo, que tenta rapar o sol com a peneira! Pra seu governo, sou concursado antes de sindicato, como representante do povo, que se diz deveria de no mínimo saber da verdade, mas como vc é do jeito que é, gosta mesmo é de deboche com um e outro, não causa espanto mas pra cidadão de bem algum!!

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.